Série de reportagens aborda boas práticas pedagógicas

-

Série de reportagens aborda boas práticas pedagógicas

Reportagens da Rede Globo destaca Olimpíada de Língua Portuguesa e análise do CENPEC Educação sobre práticas pedagógicas e educação integral
Imprimir

Que a educação brasileira tem desafios, atualmente ainda maiores devido a questões de financiamento, todos sabemos. No entanto, é também verdade que a escola pública, laica e para todos é uma das grandes conquistas da história do País, que merece ser defendida – e valorizada.

Com essa proposta de valorização, a Rede Globo lançou, na segunda-feira passada (30/09), o especial “Diário de Escola“. A série de reportagens tem apresentado, nos telejornais locais de São Paulo, projetos e práticas pedagógicas que têm promovido mudanças positivas em escolas públicas do estado.

Esporte para melhorar a aprendizagem e promover a inclusão de pessoas com deficiência, políticas públicas de combate à homofobia e transfobia no ambiente escolar, educação ambiental com reciclagem de materiais feita por estudantes, ensino-aprendizagem de Língua Brasileira de Sinais (Libras), propostas para reduzir a evasão escolar e para promover aproximação com idosos e discutir a violência contra a mulher são alguns dos tópicos abordados pela série até agora.

Confira os vídeos do “Diário de Escola”

Olimpíada de Língua Portuguesa

O CENPEC Educação tem contribuído com as reportagens da Rede Globo, ora analisando e comentando as ações e apontando caminhos, ora com projetos nos quais têm coordenação técnica.

No último dia 5 de outubro, por exemplo, Paula Floriano de Aguiar, uma das vencedoras da 5ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa (2016), esteve nos estúdios do jornal SP1 para contar sua vivência no concurso.

Pude dividir essa experiência com meus pais e com a minha professora, que me acompanhou em todo o processo. Além disso, foi a primeira vez que a minha escola participou e fui a primeira a ganhar.”

Paula Floriano de Aguiar, vencedora da 5ª Olimpíada de Língua Portuguesa

Paula Aguiar comentou também sobre os prêmios recebidos por sua professora de língua portuguesa à época, Aline Izabel Alves, e por sua escola, a Escola Técnica Estadual Jaraguá (Etec Jaraguá), localizada na capital.

Então aluna do segundo ano do Ensino Médio, Paula venceu na categoria Artigo de Opinião, com o texto “Alguma coisa acontece em Sampa”, que abordou intervenções realizadas no então Elevado Presidente Costa e Silva (hoje, Presidente João Goulart), conhecido popularmente como “Minhocão”.

Confira os vencedores da 5ª edição da Olimpíada (2016)

Aguiar também destacou a importância do incentivo dado pelos professores aos alunos, um dos objetivos trabalhados pela Olimpíada de Língua Portuguesa. Segundo ela, na ETEC Jaraguá, os docentes cumpriam essa importante tarefa. “Era um ambiente de incentivo e muito aberto à participação dos alunos”, conta.

Paula Floriano de Aguiar no SP1, da Rede Globo
Clique para assistir ao vídeo com a participação de Paula Floriano de Aguiar

Leia os textos dos alunos finalistas da 5ª edição, incluindo o de
Paula Aguiar (a partir da p. 284)

Saiba mais sobre a Olimpíada de Língua Portuguesa, atualmente em sua 6ª edição

Educação integral

Presidente do Conselho de Administração do CENPEC Educação, Anna Helena Altenfelder também participou de uma das reportagens do Diário de Escola, que foi ao ar no dia 1º de outubro, também no SP1.

A reportagem começou abordando a história e as mudanças vivenciadas pela Escola Estadual de São Paulo, no Brás, primeira escola pública do estado, fundada ainda no século XIX.

Uma dessas mudanças diz respeito ao ensino em tempo integral, que contribuiu para a recuperação da unidade escolar. Atualmente disponível para 9% dos alunos que estudam na rede estadual de São Paulo, os dados sobre ensino em tempo integral permitiram que a reportagem discutisse o conceito de educação integral. Confira os dados.

Escola em Tempo Integral no estado de São Paulo
Fonte: Rede Globo.

Segundo Anna Helena Altenfelder, a proposta da educação integral “não é imaginar que um menino vai chegar à escola e ter as matérias (…) e depois fazer esporte, depois fazer teatro e aprender a tocar um instrumento de maneira compartimentada”, mas pressupõe um projeto pedagógico integrado.

[A educação integral] é uma educação que entende que todas essas dimensões são importantes e se pode trabalhar isso num projeto pedagógico, de forma integrada.”

Anna Helena Altenfelder

Anna Helena Altenfelder no SP1, da Rede Globo
Clique para assistir ao vídeo com a participação de Anna Helena Altenfelder

A série “Diário de Escola” está prevista para trazer novas reportagens até à próxima semana, quando se comemora o Dia do Professor.

Saiba mais sobre educação integral