Estudantes vetados em audiência de Weintraub na Câmara

-

Estudantes vetados em audiência de Weintraub na Câmara

Presidentes da UBES e da UNE foram impedidos de se pronunciar na Comissão de Educação
Produzido em parceria:
Logo
Imprimir

A sessão desta quarta-feira (22) na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, que teve a presença do ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi encerrada após os parlamentares barrarem a participação de Pedro Gorki, presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), e Marianna Dias, presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE).

A confusão se iniciou quando a deputada Professora Marcivânia (PD do B-AP), que presidia a sessão, cedeu dois minutos de fala aos dirigentes estudantis, presentes à audiência. Confira o vídeo.

Parlamentares governistas foram contrários ao direito de fala dos estudantes, alegando que faltaria tempo para as suas intervenções. O ministro da Educação disse que não gostaria de ouvir os representantes das entidades estudantis. Houve protestos, e os seguranças tentaram expulsar os jovens do Plenário.

Pedro Gorki, estudante natural de Natal (RN), diz que o “ensino é coisa séria” e defende que sejam revogados os cortes anunciados pelo governo, na educação básica e nas escolas e universidades federais. É a mesma posição dos estudantes universitários.

Secundaristas: protagonistas no direito à educação

Desde os protestos contra reforma do ensino médio e em oposição à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241, em 2016,  os secundaristas vêm tomando as ruas e os espaços políticos para garantir seu direito à educação. O movimento está documentado no filme Espero tua (re)volta, que foi destaque em fevereiro na Berlinale, o festival de cinema de Berlim.

Em 2016, ápice das ocupações em escolas pelo país, especialistas do CENPEC Educação dialogaram com os jovens sobre a reforma do ensino médio, protagonismo estudantil, mobilização em defesa da educação pública e até mesmo a relação da Base Nacional Comum Curricular e as ocupações nas escolas.

Conheça a pesquisa Participação e engajamento de jovens e suas repercussões em sua vida escolar: o caso das ocupações de escolas em São Paulo, desenvolvida entre 2017 e 2018 pelo CENPEC Educação

Conheça outros estudos realizados por nossa Diretoria de Pesquisa e Avaliação

Confira abaixo outros destaques sobre o tema: