7ª edição do Prêmio: participe!

-

7ª edição do Prêmio: participe!

Voltada a escolas da rede pública de todo o Brasil, a iniciativa já envolveu mais de 160 mil estudantes com projetos de investigação científica e tecnológica
Imprimir

Inicia hoje, 10/3, o período de inscrições para professores das redes públicas de ensino interessados em participar da 7ª edição do Prêmio Respostas para o Amanhã.

O programa tem como objetivo estimular soluções criativas relevantes para uma sociedade mais sustentável e fomentar o aprendizado em ciências da natureza e matemática. A ideia é revelar projetos inspiradores desenvolvidos em escolas públicas nessas áreas do conhecimento, com suporte das engenharias e da tecnologia.

Em diálogo com as competências e habilidades definidas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o Prêmio desafia professores e estudantes a aplicar a abordagem STEM (em inglês, science, technology, engineering, and mathematics – ciência, tecnologia, engenharia e matemática) em soluções inovadoras a problemas reais – locais ou globais.

Para se inscrever, acesse o site do Prêmio Respostas para o Amanhã

Quem pode inscrever projetos?

Professores de biologiafísicaquímica e matemática ou outras disciplinas relacionadas às áreas das ciências da natureza e da matemática e suas tecnologias que lecionem no ensino médio, em escolas públicas das redes municipais, estaduais e federal.

O docente que realizar a inscrição será o professor orientador do projeto. Ele pode indicar como professores parceiros até dois colegas das áreas de ciências humanas e linguagens, códigos e suas tecnologias, como também da própria área de ciências da natureza e matemática.

Quantos estudantes podem participar?

Cada equipe deve ser formada por três a cinco estudantes do ensino médio, matriculados numa mesma turma/classe, a quem o professor orientador e os professores parceiros lecionem.


Revelando talentos científicos na escola pública

Isabel Costa.
Isabel Costa. Foto: Reprodução.

Isabel Costa, gerente de Cidadania Corporativa da Samsung Brasil, afirma:

Sabemos que em todas as regiões do País existem professores e estudantes desenvolvendo inovações a partir do conhecimento em STEM. Com isso, o Prêmio passa a ser um aliado na aprendizagem de novas tecnologias para criar mudanças em suas comunidades.”

Para Anna Helena Altenfelder, presidente do Conselho de Administração do CENPEC Educação:

Anna Helena Altenfelder.
Anna Helena Altenfelder.
Foto: acervo CENPEC Educação.

O Respostas para o Amanhã é muito mais do que uma premiação. Ele é uma oportunidade para estudantes e professores mostrarem a qualidade das escolas públicas brasileiras, inspirando, assim, seus pares.”

A educadora destaca o papel formativo da iniciativa e anuncia uma novidade desta edição: as mentorias às seminifinalistas e finalistas. Trata-se de apoio de especialistas às equipes para o desenvolvimento de seus projetos e protótipos. Saiba mais no site do Respostas para o Amanhã.


Sobre o Prêmio

Desde sua primeira edição, em 2014, o Respostas para o Amanhã já recebeu mais de 6,6 mil inscrições e teve mais de 4 mil escolas participantes, envolvendo 14 mil professores e 161 mil estudantes.

Equipes vencedoras nacionais de 2019. Foto: acervo CENPEC
Equipes vencedoras nacionais de 2019. Foto: Divulgação.

Iniciativa da Cidadania Corporativa da Samsung com a coordenação técnica do CENPEC Educação, a premiação faz parte do conjunto de projetos ligados à visão “Together for Tomorrow! Enabling People” (“Juntos pelo Amanhã! Habilitando Pessoas”), que busca formar futuras gerações para alcançarem seu pleno potencial por meio da educação.

No Brasil, o programa conta com a parceria da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), a Rede Latino-Americana pela Educação (Reduca) e da Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI), além do apoio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).


Veja também

Infográfico STEM: ciências e matemática articuladas na aprendizagem
Conheça o material interativo elaborado pela equipe do Respostas para o Amanhã que traz dicas sobre ensino e aprenzagem por projetos.

Abordagem STEM na sala de aula: entrevista com Mariana Lorenzin
Como utilizar o Infográfico STEM para compreender os princípios dessa abordagem e levá-la a suas práticas em sala de aula? 

Ciência se faz na escola
A fim de tornar as carreiras científicas e tecnológicas como um dos possíveis projetos de vida dos estudantes, a abordagem STEM parte de um problema real que possibilite múltiplas soluções ou respostas.