Artes do povo

-

Artes do povo

Caderno 5 da Coleção Amigos da Escola: A arte é de todos. CENPEC, Rede Globo, 2001.
Imprimir

A arte é uma forma de expressão tão antiga quanto a humanidade. Ainda na era paleolítica, os seres humanos deixaram registros de sua passagem sobre a Terra por meio de pinturas nas paredes das cavernas. Assobiar uma canção, bordar um tecido, costurar uma roupa ou fazer uma dobradura, pintar uma parede são manifestações artísticas presentes no cotidiano de toda gente.

Ilustração no estilo cartum, mostrando menino com caderno na mão lendo um cartaz com os dizeres: "VOCÊ É UM ARTISTA DO POVO?".
Ilustração interna do caderno.

Na educação, é importante mostrar a riqueza da arte feita pelo povo brasileiro, trabalhá-la e valorizá-la assim como as expressões da cultura erudita. Conhecer e aproximar-se das culturas e dos artistas locais é um caminho para a escola e outras instituições educativas ampliarem seu próprio repertório artístico, promovendo o diálogo com a comunidade e com os estudantes.

Esta publicação traz subsídios para o trabalho com as artes do povo na escola. Para isso, discute as distinções entre cultura popular e erudita, dando exemplos de manifestações de criatividade popular no país. Além disso, dá sugestões de como estabelecer parcerias com artistas e artesãos da comunidade e como ajudá-las a organizar oficinas para mostrar e ensinar seus ofícios.

CENPEC; REDE GLOBO. Artes do povo. São Paulo/Rio de Janeiro, 2001. (Coleção Amigos da Escola: A arte é de todos, Caderno 5 .)


Sobre a coleção

A arte é de todos é a segunda coleção do Projeto Amigos da Escola. A publicação, uma parceria entre o CENPEC e a Rede Globo (2001), pretende contribuir para o fortalecimento da presença da cultura e da arte brasileira nas unidades escolares, aproximando o estabelecimento de ensino da comunidade por meio de diferentes modalidades artísticas.


Veja também:

Artes do festejar e brincar (Caderno 6 da Coleção Amigos da Escola)