Referenciais para a docência: consensos e dissensos

-

Referenciais para a docência: consensos e dissensos

Relatório final de pesquisa Consensos e dissensos em torno da definição de referentes de atuação docente (2018)
Produzido em parceria:
Logo
Imprimir
Selo da campanha #ProfessorEmPauta

Esse relatório apresenta os resultados da pesquisa Consensos e dissensos em torno da definição e usos de referenciais de atuação docente. A investigação, desenvolvida pelo CENPEC Educação com apoio do Todos pela Educação (TPE), teve como objetivo descrever e analisar tomadas de posição e argumentos de indivíduos com influência na formulação e implementação de políticas públicas educacionais a respeito da definição de referenciais para a atuação docente.

Ao optar pelo termo referenciais, os pesquisadores buscaram desassociar as reflexões dos entrevistados de termos como “diretrizes” ou “parâmetros”, que comportam significados específicos. Nessa investigação, assumiu-se que referenciais definem, no âmbito de políticas públicas, conhecimentos e/ou valores e/ou atitudes essenciais para uma atuação docente de qualidade, para fins de formação e avaliação.

A metodologia da pesquisa, de cunho qualitativo, baseou-se em entrevistas estruturadas com uma amostra formada por 55 detentores de capital acadêmico e/ou político no campo das políticas públicas educacionais no País, entre os quais: pesquisadores, sindicalistas e gestores públicos, do Terceiro Setor, do Conselho Nacional de Educação (CNE) e de universidades privadas.

Entre as considerações finais, salientou-se que, de maneira geral, é apontado o potencial dos referenciais em contribuir para a melhoria da formação docente e, consequentemente, para a melhoria do ensino e da educação.

CENPEC. Consensos e dissensos em torno da definição de referentes de atuação docente. Relatório final de pesquisa. São Paulo, 2018.


Prancheta.

Esta publicação é um dos produtos da pesquisa Consensos e dissensos em torno da definição de referentes de atuação docente
Período de realização: 2017
Parceria: Todos Pela Educação

Ementa:
O objetivo foi descrever e analisar tomadas de posição e argumentos de indivíduos com influência na formulação e implementação de políticas públicas educacionais a respeito da definição de referenciais para a atuação docente. Admitiu-se, nesta investigação, que referenciais definem, no âmbito de políticas públicas, conhecimentos e/ou valores e/ou atitudes essenciais para uma atuação docente de qualidade, para fins de formação e avaliação.

A metodologia proposta considerou a realização de entrevistas estruturadas com uma amostra formada por indivíduos detentores de capital acadêmico e/ou político no campo da formulação e implementação de políticas públicas educacionais no País.

Os resultados da pesquisa evidenciam uma forte correlação entre as tomadas de posição dos entrevistados sobre referenciais de atuação docente no Brasil com seus dados sociodemográficos – especialmente a área de atuação – e seus pontos de vista sobre o mundo social e, consequentemente, sobre a educação, de modo mais abrangente. 


Veja também

Boletim Educação&Equidade: Referenciais da atuação docente em políticas públicas