Programa Ensino de Qualidade (PEQ)

-

Programa Ensino de Qualidade (PEQ)

Imprimir

Investidor

Fundação Belgo Mineira

Parceria

Fundação Pitágoras e Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/MG)

Objetivo

Capacitar educadoras(es) para reformular e fortalecer projetos pedagógicos de escolas públicas de ensino fundamental com base na identificação e valorização das políticas educacionais locais, no fortalecimento da escola e no estímulo à participação da comunidade.

Abrangência

Estados de São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo

Público

Docentes, coordenadoras(es) pedagógicas(os), secretárias(os) de educação e gestoras(es) estaduais e municipais, técnicas(os) do poder público.

Vigência

1999 – 2003


Sobre o projeto

O Projeto Ensino de Qualidade (PEQ) partia do pressuposto de que a atuação conjunta entre instituições públicas, privadas e sociedade civil pode adensar esforços por uma educação pública de qualidade nos municípios. Para que isso fosse possível, o programa buscou identificar e valorizar as políticas educacionais locais que fortalecessem a escola como espaço de formação para todos, estimulando sua autonomia a partir das parcerias e o envolvimento dos gestores locais (secretários municipais de educação e técnicos de secretarias municipais e estaduais de educação). Buscou também fortalecer a escola para que pudesse desenvolver seu projeto educativo. Estimulou e propiciou a participação e a corresponsabilidade da comunidade local no tocante às questões educacionais do município – escolas, pais, organizações e instituições educacionais.

Com base no pressuposto de que a escola pública é o espaço no qual se dá a construção da aprendizagem formal, as ações de formação partiram – na abordagem de temáticas e nas tarefas práticas dirigidas aos participantes – da análise de fatores que incidem na permanência e no sucesso escolar dos alunos: a sala de aula; a gestão da escola; a relação escola e comunidade; e as políticas públicas voltadas para a educação. 

Participaram dos encontros de formação técnicos das secretarias municipais e estaduais de educação, diretores e coordenadores pedagógicos das escolas envolvidas, bem como, em momentos específicos, pais e funcionários. 

O Cenpec ficou responsável por formular o desenho das ações de formação desenvolvidas diretamente junto às escolas e também pela supervisão e o acompanhamento das ações desenvolvidas pela Fundação Pitágoras e pela PUC-MG.