Novos olhares sobre a educação

-

Novos olhares sobre a educação

Debate virtual: Práticas educativas na educação integral: novos conteúdos e novas abordagens (1/11/2017). Publicado originalmente na plataforma Educação&Participação
Imprimir

Refletir sobre as possibilidades da educação integral para a inovação nas práticas educativas, considerando a ampliação dos tempos e o acesso a novos conhecimentos. Esse foi o objetivo do debate virtual Práticas educativas na educação integral: novos conteúdos e novas abordagens.

O bate-papo, que aconteceu em 1 de novembro de 2017, no auditório do CENPEC Educação, reuniu Macaé Evaristo, secretária de Educação de Minas Gerais, e José Clovis de Azevedo, ex-secretário de Educação do Rio Grande do Sul e docente do Centro Universitário Metodista – IPA. A mediação foi do professor Romualdo Portela de Oliveira (Universidade de São Paulo – USP), especialista em políticas educacionais.

A conversa girou em torno das seguintes perguntas: “Que práticas educativas podem ser pensadas no contexto de implantação da educação integral?”, “O que significa pensar inovação ou novas práticas pedagógicas nesse contexto?” e outras feitas pelos internautas, entre os quais estavam educadores, gestores, professores e outros interessados no tema.

Macaé Evaristo
Macaé Evaristo

Segundo Macaé, um dos grandes desafios para a política de educação integral é pensar iniciativas para a juventude. Em nosso país, ainda temos um número significativo de adolescentes e jovens fora da escola e um percentual considerável em defasagem idade-série. É necessário pensar projetos diferenciados que dialoguem com o tempo de vida desses jovens, aponta a educadora.

José Clovis de Azevedo
José Clovis de Azevedo

Por sua vez, José Clovis de Azevedo ressalta a importância de ter clareza sobre aspectos conceituais do tema, como a distinção entre educação integral e educação em tempo integral. “É desejável, mas não imprescindível que a educação integral aconteça em tempo integral”, afirma. A educação integral precisa tecer uma articulação entre as disciplinas e ir além da transmissão de informações, trata-se de uma construção do conhecimento pelo sujeito aprendiz.

Assista:

Debate virtual: Práticas educativas na educação integral: novos conteúdos e novas abordagens (1/11/17)