Visite museus sem sair de casa

-

Visite museus sem sair de casa

O Portal CENPEC Educação traz uma lista de 13 museus e duas plataformas que permitem navegar por acervos artísticos, históricos e arqueológicos em todo o mundo
Imprimir

Por João Marinho

Com os fechamentos de fronteiras e restrições de deslocamento impostos em diferentes países, incluindo o Brasil, muitas viagens anteriormente agendadas terão de ser adiadas – e mesmo quem esperava reunir condições de visitar museus e galerias de arte dentro ou fora do País apenas daqui a um certo tempo precisará aguardar o desenrolar da epidemia de Covid-19.

Isso porque, a fim de evitar aglomerações, centros culturais, como os próprios museus, salas de cinema, bibliotecas e centros de convivência, têm sido fechados para acesso ao público. Em São Paulo, por exemplo, a medida já vale desde a última semana.

Pensando nisso, o Portal CENPEC Educação selecionou museus, em todo o mundo, que têm disponibilizado seus acervos por meio da internet. Durante o período de reclusão e confinamento, é uma forma de manter a cultura em dia e estimular a aprendizagem de crianças, adolescentes e jovens. Os sites oferecem desde imagens digitalizadas de seus respectivos acervos até tours virtuais, tornando-se uma opção de acesso mesmo após o retorno às atividades normais.


Mapa da Coreia do Sul.

Coreia do Sul

Museu Nacional de Arte Moderna e Contemporânea

Um dos primeiros países a serem impactados pelo Sars-CoV-2 após a China, a Coreia do Sul conta com um museu inteiramente dedicado à arte moderna e contemporânea, fundado em 1969.

O museu se divide em quatro prédios. O principal fica em Gwacheon, e há filiais em Deoksugung, Seul e Cheongju, que reúnem milhares de obras de artistas coreanos, como Go Hui-dong, a trabalhos de nomes internacionalmente consagrados, como Andy Warhol. É uma chance de conhecer manifestações artísticas do outro lado do mundo.

Visite

 Museu Nacional de Arte Moderna e Contemporânea em Gwacheon, na Coreia do Sul.
Museu Nacional de Arte Moderna e Contemporânea em Gwacheon, Coreia do Sul. Foto: Reprodução.

Mapa da Espanha.

Espanha

Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía

Também dedicado à arte moderna e contemporânea, o Museu Reina Sofía foi aberto em 1990 e fica localizado na capital espanhola, Madri.

Em um prédio moderno, agregam-se obras do final do século XIX à arte contemporânea recente da Espanha, sempre em relação com o contexto internacional. Ao todo, o acervo tem mais de 20 mil obras, sendo 5% em exibição para o público, com nomes como Pablo Picasso, René Magritte, Salvador Dalí e Joan Miró.

Visite

Museo Nacional del Prado

Localizado em Madri e considerado um dos mais importantes museus da Espanha, o Prado existe desde o século XIX e é reconhecido pelas valiosíssimas coleções de pintura e escultura, que agregam obras espanholas, francesas, flamengas, alemãs e italianas, entre outras.

São cerca de mil esculturas, mais de 7 mil pinturas e mais de 8 mil desenhos, além de uma série de documentos históricos. As coleções cobrem períodos importantes da História, como Antiguidade Clássica e Renascença. Obras de nomes como Francisco Goya, Sandro Botticelli e Tintoretto integram o acervo.

Visite

Interior do Museo del Prado, na Espanha.
Interior do Museo del Prado, na Espanha. Foto: Reprodução.

Mapa dos Estados Unidos.

Estados Unidos

Museu Nacional de História Natural

Um tipo “diferente” de museu, o Museu de História Natural norte-americano (oficialmente, em inglês, Smithsonian National Museum of Natural History), localizado em Washington, DC, faz aniversário neste mês de março – foi inaugurado em 1910 – e se consolidou como o museu de história natural mais visitado do mundo. Já foi até “estrela” do cinema, constituindo as locações do filme Uma Noite no Museu 2.

O acervo comporta mais de 145 milhões de espécimes de plantas, animais e restos mortais de seres humanos, além de amostras de rochas, minerais e meteoritos. Boa parte das coleções está disponível na internet, onde é possível realizar um tour virtual e ver exibições permanentes, atuais e já realizadas.

Visite

Interior do Museu Nacional de História Natural, nos EUA.
Interior do Museu Nacional de História Natural, nos EUA. Foto: Alex E. Proimos, via Visual Hunt, CC BY-NC/Reprodução.

The Metropolitan Museum of Art

Cinco mil anos de arte podem ser revividos on-line no acervo do Metropolitan Museum de Nova York, que, fundado em 1870, também conta com tour virtual.

A curiosidade fica por conta do fato de que, quando de sua fundação, o museu não possuía nenhuma obra no acervo permanente, situação que mudou e hoje o torna um dos principais em todo o mundo.

O “Met”, como é chamado em terras norte-americanas, tem atualmente mais de 2 milhões de obras, divididas em 17 curadorias. Parte delas pode ser visitada na internet, compreendendo trabalhos da África, Ásia, Império Bizantino e mundo islâmico, entre outros.

Visite


Mapa da França.

França

Louvre

Presença obrigatória em quaisquer listas de museus, o Museu do Louvre (em francês, Musée du Louvre) é o maior museu histórico e de arte do mundo e um marco central de Paris. São cerca de 38 mil objetos da Pré-história até os dias atuais, em uma extensa área de mais de 72 mil m2.

Aberto em 1793, é atualmente o museu mais visitado do mundo, e o próprio prédio, cuja primeira versão data do século XIII, é, em si mesmo, um elemento rico em informação: reminiscências do castelo medieval original ainda se encontram no local.

No acervo, encontram-se relíquias do Antigo Egito, Oriente Próximo, Grécia clássica, Império Romano, mundo islâmico e de uma série de outros lugares dentro e fora da Europa. Uma das mais célebres aquisições é a Mona Lisa, de Leonardo da Vinci.

Museu do Louvre, na França.
Museu do Louvre, na França. Foto: Getty Images/Reprodução.

Visite


Mapa da Grécia.

Grécia

Museu Arqueológico Nacional

O Museu Arqueológico Nacional é o maior em território grego e um dos mais importantes do mundo. Inicialmente concebido para receber escavações do século XIX, principalmente da Ática, região onde se localiza – na capital, Atenas –, acabou por tornar-se um centro de conservação de artefatos de outras regiões do país e pré-históricos.

O prédio atual, em estilo neoclássico, começou a ser construído em 1866 e foi concluído em 1889, e, além dos artefatos gregos, há também uma das mais importantes coleções de obras vindas de regiões do Oriente e do Egito. O acervo é composto por esculturas, vasos, trabalhos em metal e outras relíquias.

Visite

Museu Arqueológico Nacional, na Grécia.
Museu Arqueológico Nacional, na Grécia. Foto: Reprodução.

Mapa da Itália.

Itália

Pinacoteca di Brera

Raffaello, Bellini, Caravaggio, Francesco Hayez e Mantegna estão entre os autores das obras que compõem o acervo da Pinacoteca di Brera, localizada em Milão e um dos primeiros museus a sofrer o impacto do coronavírus.

Embora uma primeira coleção heterogênea já existisse no palácio onde hoje se encontra o museu, a Pinacoteca, em si, foi estabelecida formalmente em 1809. No site oficial, é possível visualizar mais de 600 obras de arte que contam a história de diferentes partes da Itália.

Visite

Galleria Degli Uffizi

Localizada em Florença, a Galleria Degli Uffizi promove um verdadeiro mergulho no Renascimento, com obras de autores como Leonardo da Vinci e Botticelli. A galeria foi oficialmente instituída ainda no século XVI e foi aberta para o público em 1765, tornando-se oficialmente um museu em 1865.

O foco do extenso acervo são as esculturas, que comportam trabalhos realizados entre os séculos XII e XVII e tornam o museu um dos mais importantes da Itália e da Europa.

Visite


Mapa do Reino Unido.

Reino Unido

Museu Britânico

O Museu Britânico, em Londres, fundado em 1753 e aberto ao público em 1759, guarda algumas curiosidades importantes: foi oficialmente o primeiro museu público nacional do mundo e tem um extenso acervo com mais de 8 milhões de objetos e artefatos construídos pelos seres humanos.

A famosa Pedra de Roseta e os frisos do Paternon de Atenas, edifício mais famoso da Antiga Grécia, estão entre suas coleções, além de obras vindas das Américas, Extremo Oriente (como a China) e África.

Visite


Mapa do Vaticano.

Vaticano

Museus do Vaticano

Conglomerado de instituições culturais, os Museus do Vaticano abrigam valiosas coleções de arte e antiguidade que foram recolhidas pelos pontífices ao longo da extensa história da Santa Sé.

O destaque são obras do Renascimento, com peças de nomes como Rafael e Caravaggio. No site oficial, é possível escolher cada um dos museus e visitar parte do acervo em tours virtuais de 360 graus.

Visite

Museus do Vaticano e Capela Sistina.
Museus do Vaticano e Capela Sistina. Foto: Michal Osmenda/Wikimedia Commons.

Mapa-múndi.

Brasil e Mundo

Famosos museus brasileiros, como a Pinacoteca do Estado e o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP), ambos na capital paulista, também contam com a disponibilização de acervos em sites oficiais ou em plataformas compartilhadas.

Entre essas plataformas, destacam-se a Era Virtual, que traz acervos de instituições como Casa de Cora Coralina (Goiás, GO), Museu Imperial (Petrópolis, RJ) e Museu da Inconfidência (Ouro Preto, MG).

Já no Google Arts & Culture traz acervos de inúmeros museus e galerias no Brasil e no mundo, com instituições ilustres como o Museu Van Gogh, nos Países Baixos, e o Guggenheim, em Nova York. Países como China, Alemanha, Polônia, Indonésia, Japão, Turquia, Austrália, Irã, Índia e África do Sul estão entre aqueles com instituições que figuram na plataforma.

Visite a Pinacoteca do Estado

Visite o MASP

Visite o site Era Virtual

Visite o Google Arts & Culture


Arte: Marco Antonio Vieira.