Revista Territórios em movimento: embarque nessa viagem!

-

Revista Territórios em movimento: embarque nessa viagem!

Diversidade e desenvolvimento integral são os temas das primeiras edições da nova publicação eletrônica do Programa Itaú Social UNICEF
Imprimir

Por Stephanie Kim Abe

 Com o Dia das Crianças (12 de outubro) se aproximando, a temática da infância passa a ser o principal foco dos debates em diferentes espaços. No entanto, a reflexão sobre as singularidades dessa fase da vida e os cuidados que ela exige precisa estar presente o ano todo.

A perspectiva da educação integral envolve observar diversos aspectos que circundam a garantia do bem-estar e do direito das crianças, como a importância de olhar com carinho e cuidado a infância e do brincar, e a promoção do seu desenvolvimento pleno.

capa revista Territórios em movimento
Capa Revista Territórios em movimento

Nesse sentido, a última edição da Revista Educação Integral: Territórios em movimento trata justamente desse assunto e é leitura essencial para quem trabalha com crianças e adolescentes na perspectiva da educação integral e inclusiva.

A publicação, eletrônica e gratuita, foi lançada pelo Programa Itaú Social UNICEF em agosto. A revista se insere na atual fase do Programa, na qual 40 organizações da sociedade civil (OSCs) recebem assessoria técnica e fomento financeiro pelo período de 18 meses para implementarem seus Planos de Intervenção nos seus territórios.

O Programa é uma parceria entre Itaú Social, Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e Cenpec e busca formar e fomentar OSCs que promovam a educação integral e inclusiva de crianças e adolescentes para o aprimoramento de suas práticas e o alcance de resultados de qualidade.

Letícia Araújo Moreira da Silva, coordenadora do Programa pelo Cenpec, explica de onde surgiu a revista e qual o seu objetivo:

foto de coordenadora do programa Letícia Araújo
Foto: arquivo pessoal

Além das reuniões mensais que a equipe de facilitadoras e facilitadores conduz mensalmente com cada organização individualmente, também tínhamos a proposta de produzir materiais digitais de suporte que pudessem ser compartilhados com as organizações, de forma que elas pudessem se aprofundar em determinadas questões relacionadas à implementação do Plano e que tivessem um discurso de diálogo direto com a prática delas.”

Letícia Araújo Moreira da Silva

Acesse as revistas Territórios em movimento


Temáticas e formato

Não à toa, os temas abordados nas revistas estão totalmente relacionados ao Programa Itaú Social UNICEF e às necessidades apresentadas pelas organizações durante todo o processo.

O desenvolvimento integral é o eixo do Programa – e, portanto, tema central da edição de setembro, que aborda as suas diversas dimensões, além de propor reflexões e sinalizar ações para as organizações.

A diversidade, tratada na edição de agosto, abordando os marcadores sociais e trazendo reflexões sobre as práticas das organizações na perspectiva do desenvolvimento integral e institucional, é a temática transversal do Programa.

Já o desenvolvimento institucional deve ser o foco das próximas duas edições (outubro e novembro), e constitui-se como o outro eixo do Programa.

Ilustração com texto "Diversidade é chamar para a festa. Inclusão é convidar para dançar."
Reprodução: Territórios em movimento

A revista se organiza como um convite a uma viagem guiada pelo tema proposto. Além de levar o(a) leitor(a) a conhecer mais sobre a temática – ou seja, por o pé na estrada -, são propostas reflexões, ideias e atividades práticas na seção “Caderno de viagem”. Por fim, há indicações de materiais de apoio para quem quer continuar estudando o assunto por meio de vídeos, documentários ou artigos em outras plataformas.

A revista, que é produzida com foco nas 40 organizações que seguem em acompanhamento no Programa Itaú Social UNICEF, é editada e adaptada para que o grande público também possa aproveitá-la e compartilhá-la.

Apesar de pensada para OSCs, Letícia lembra que a leitura da publicação pode ser proveitosa para escolas e demais interessados(as):

Qualquer organização que trabalhe com crianças e adolescentes na perspectiva de uma educação integral, que tenha um olhar para a diversidade do público que atende e haja com o propósito de lutar por uma sociedade mais inclusiva pode ver utilidade e aprender muito com esse material.”

Letícia Araújo Moreira da Silva

Saiba mais sobre a Revista Territórios em movimento


Veja também