Pontos de Vista em Letras Raras

-

Pontos de Vista em Letras Raras

Caderno orientador do trabalho com Artigo de Opinião é analisado em revista da Universidade Federal de Campina Grande especializada em ensino de gramática
Imprimir

O caderno “Pontos de Vista”, elaborado pelo Programa Escrevendo o Futuro/Olimpíada de Língua Portuguesa (OLP) é tema de pesquisa em artigo de dois pesquisadores do ensino da gramática na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Os autores são Evanielle Freire Lima, bacharel em Letras na UFCG, e Herbertt Neves, professor de Língua Portuguesa e Linguística da Unidade Acadêmica de Letras (UAL/UFCG) e doutorando em Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Ilustração caderno Pontos de Vista
Ilustração do caderno/Criss de Paulo

A fim de promover práticas inovadoras no ensino de gramática, o texto, intitulado “Perspectivas de ensino de gramática no caderno Pontos de Vista da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro”, investiga as orientações de gramática presentes nesse material da Olimpíada de Língua Portuguesa.

Voltado aos 2º e 3º anos do Ensino Médio, o caderno apoia o trabalho dos professores de língua portuguesa com o gênero textual Artigo de Opinião. O objetivo é promover criticidade sobre questões polêmicas, ajudando os estudantes a construir opiniões e argumentos bem fundamentados, capazes de elaborar um texto consistente e convincente.

Os autores do artigo publicado na revista analisam as orientações presentes no material, relacionando-as com as perspectivas de ensino adotadas.  A pergunta de pesquisa foi: “o trabalho com os conhecimentos gramaticais, no Caderno Pontos de Vista, da Olimpíada de Língua Portuguesa, permite um tratamento contextualizado, ligado às habilidades de leitura e escrita?”.


Três perspectivas sobre o ensino de gramática

Ilustração caderno Pontos de Vista
Ilustração do caderno/Criss de Paulo

O texto inicia com uma breve apresentação de três perspectivas metodológicas sobre o ensino de gramática: a tradicional, baseada na ideia de que aprender gramática é aprender seus conceitos; a emergente, ou inovadora, que analisa o funcionamento linguístico na materialidade do texto, buscando a produção de sentidos; e a perspectiva conciliadora, que articula contribuições tanto da gramática tradicional como das teorias linguísticas. 

Ao analisar as orientações sobre o ensino de gramática no caderno da Olimpíada, os pesquisadores observam que “em nenhuma das orientações, verificamos a solicitação de regras gramaticais dissociadas do contexto de funcionamento dos textos trabalhados”, o que “demonstra a preocupação […] em não reproduzir o ensino transmissivo de gramática que há tempos já demonstra sua insuficiência”. 

Leia o artigo da íntegra

Segundo o levantamento dos pesquisadores, 87% das orientações presentes no caderno são baseadas na perspectiva inovadora. As sugestões de trabalho com gramática focam o funcionamento das estruturas linguísticas e seu papel na construção do texto, produzindo a reflexão dos estudantes por meio da análise e produção de artigos de opinião.  Para os autores, “embora trace um caminho mais longo de descrições, reflexões, produções e reescritas”, a perspectiva inovadora é bem-sucedida em formar sejam leitores e escritores conscientes do uso que fazem da linguagem. 

Já os 13% restantes são orientações de perspectiva conciliadora, que promove o ensino da gramática normativa sem descartar o uso do texto.

Esses dados indicam as possibilidades reais de auxílio que esse material didático representa para o professor que deseja trabalhar gramática de forma articulada, a partir de gêneros textuais.”

Lima e Neves, 2019, p. 53.

LIMA, E. F.; NEVES, H. Perspectivas de ensino de gramática no caderno Pontos de Vista da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro. Revistas Letras Raras, v. 8, Especial, 2019. Dossiê: Trânsitos, trocas e transferências culturais.

Acesse o caderno Pontos de Vista


Sobre a publicação

Revista acadêmica trimestral, criada e dirigida por pesquisadores do Laboratório de Estudos de Letras e Linguagens na Contemporaneidade (LELLC)  da UFCG, entre os quais professores do Programa de Pós-Graduação em Linguagem e Ensino da Unidade Acadêmica de Letras, Centro de Humanidades na mesma instituição.

O periódico publica artigos, ensaios e resenhas, poemas, traduções, entrevistas produzidas por acadêmicos de todo o país e do exterior, desde que ligados à área das Ciências das Linguagens espaço à produção intelectual de acadêmicos de todo o país e do exterior.  Todo o conteúdo tem acesso livre acesso e não há nenhum custo financeiro para colaboradores publicarem seus textos.

Acesse o site da revista


Parceria entre o CENPEC Educação, o Itaú Social e o Ministério da Educação (MEC). essa iniciativa desenvolve formação de professores a fim de contribuir para o ensino da língua portuguesa, utilizando metodologia que considera os gêneros textuais.

Saiba mais sobre o Programa


Finalistas da 6ª edição – 2019

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas e criança
Semifinalistas produzindo artigo de opinião. Foto: Acervo CENPEC

Entre 17 a 19 de novembro, os semifinalistas da categoria Artigo de Opinião, alunos do 3º ano do ensino médio e seus professores, vindos de diferentes regiões do País, participaram de atividades  culturais e educativas, como palestra, debate, passeio e produção de texto. Por fim, foram selecionados os finalistas, que receberam medalhas de prata na cerimônia de premiação.  

A Etapa Nacional, que reunirá em São Paulo (SP) os finalistas dos cinco gêneros focados (Poema, Memórias Literárias, Crônicas, Documentário e Artigo de Opinião), acontecerá no dia 9 de dezembro.

Veja como foi o encontro dos jovens formadores de opinião na capital paulista


Acesse os cursos do Programa Escrevendo o Futuro

Leitura Vai, Escrita Vem: práticas em sala de aula

Caminhos da Escrita

Nas Tramas do Texto: caminhos para a reescrita

Avaliação Textual: análises e propostas

Sequência Didática


Veja também

Game “Pontos de Vista”

A voz dos jovens mineiros na escrita de seu território

A escrita através de vivências cotidianas (entrevista com Conceição Evaristo)

Site da Olimpíada de Língua Portuguesa/Escrevendo o Futuro