Alfabetização e letramento: desafios em tempos de pandemia

-

Alfabetização e letramento: desafios em tempos de pandemia

Esse é o tema da Revista Educação Básica em Foco, (, V. 2, nº 1, jan. / mar. de 2021) publicada pela Associação Nacional de Política e Administração da Educação (Anpae). Confira!
Imprimir

Se 2020 trouxe inúmeros desafios para se garantir o acesso à educação de crianças, adolescentes e jovens, 2021 segue exigindo inúmeras adaptações e reflexões de educadores(as), gestores(as) e famílias. Distanciamento social, escolas fechadas ou em reabertura, a necessidade de se repensar formatos entre o virtual e o presencial são algumas das questões pulsantes no momento. 

Além de exigir de professores(as) e estudantes novas e diversas habilidades no uso de plataformas e ferramentas tecnológicas, o ensino remoto envolve custos materiais, acessibilidade e alterações de tempos e espaços de trabalho.

Recursos digitais para engajar estudantes a distância: confira as dicas de Leandro Holanda no primeiro webinar da 8ª edição do Prêmio Respostas para o Amanhã.

Nesse contexto, a alfabetização e o letramento das crianças tem sido tema recorrente de reflexões e debates. Isso porque milhares de crianças e adolescentes estão fora das escolas, muitos sem nenhum acesso a orientações de estudo via internet ou por materiais impressos. Em razão da especificidade que a alfabetização requer, este dossiê convidou educadores, estudantes, familiares e pesquisadores para apresentar experiências e reflexões em torno desse tema na realidade em que vivemos.

A alfabetização e o letramento, como salientamos na chamada deste dossiê, é mais que decodificar e compreender o código letrado e a leitura da mensagem. A alfabetização e o letramento compreendem a formação do(a) cidadão(ã) livre no seu pensar e agir, sujeito a se informar, pesquisar, construir sua opinião, em interação com o outro. Nessa interação social, dá-se a importância de formar o cidadão que ‘lê’, registra e compreende criticamente, interagindo com o mundo em que vive.”

Revista Educação Básica em Foco, V. 2, nº 1, jan. / mar. de 2021

Clique aqui para acessar a publicação. 

A porcentagem de crianças e adolescentes entre 6 a 17 anos fora da escola passou de 2%, em 2019, para 3,8% em 2020. É o que aponta a pesquisa Cenário da Exclusão Escolar no Brasil (CENPEC/UNICEF), lançada em abril de 2021, com base em dados do Pnad/IBGE. 
Saiba mais sobre pesquisas e ações para o enfrentamento da evasão e do fracasso escolar.


Experiências compartilhadas

Suzanna Neves Ferreira (leitura) e Gean Fábio Carrijo Machado (LIBRAS).

Na seção Depoimentos, educadores(as) de diferentes regiões do país compartilham suas reflexões e práticas, em formatos e linguagens variados. Entre os vídeos, é possível assistir a relatos de pesquisas, leituras de histórias e atividades envolvendo o alfabeto e as vogais. Os áudios trazem reflexões sobre desafios e experiências de alfabetização e letramento em seus contextos escolares.

Ouça a seguir o poema “A menina avoada”, de Manoel de Barros, na voz da educadora Joycelaine Aparecida de Oliveira, que atua no Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação (CEPAE/UFG) em Goiânia (GO). Nessa atividade, a professora apresenta o tema “Memórias poéticas da infância” por meio de poemas, imagens e histórias, incentivando as crianças a pensarem suas infâncias.

Revista Educação Básica em Foco, V. 2, nº 1, jan. / mar. de 2021

Em Textos, os leitores encontram: reflexões sobre diferentes dimensões da alfabetização para uma educação construtiva; relatos de experiências de práticas educativas que ajudam as pessoas a desenvolverem a leitura, a escrita, a comunicação, as ideias; a produção de gêneros textuais. Os artigos, assinados por educadores(as) das diversas regiões do país, estão organizados pelos seguintes enfoques:

  • alfabetização e letramento na educação especial;
  • alfabetização e letramento na EJA;
  • educação infantil;
  • letramento racial;
  • alfabetização, autoria e literatura; alfabetização, formação e profissão docente;
  • reflexões sobre alfabetização e letramento.
Livro de rimas. Reprodução

Já as Produções Docentes em tempos de Pandemia traz uma série de 6 livros de rimas realizados em 2020 com turmas de educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental pela Escola Municipal Professor Juarez Távora de Carvalho, em Mineiros (GO).

A revista também oferece as seções Temas em Debate, Vídeos, e Projetos Especiais, em que profissionais da educação, especialistas e pesquisadores(as) abordam temas variados, como revelam os artigos: “Perguntas de crianças como ponto de partida na iniciação científica”; “Classes hospitalares e Covid-19: a (des)prática pedagógica hospitalar em tempos de pandemia”; “Competência, educação e BNCC”; “Currículo e inclusão escolar”; “Educação infantil: universalização emergente”; “O fim da escola”; “Formação docente em contexto de pandemia”.


Veja também