Wikifavelas: o dicionário da quebrada

-

Wikifavelas: o dicionário da quebrada

Plataforma on-line resgata cultura verbal das favelas cariocas
Imprimir

Singular, colaborativo, na boca do povo. O Wikifavelas, dicionário virtual lançado no início de 2019, reúne centenas de verbetes falados nos becos e nas vielas das comunidades brasileiras. A plataforma, inspirada na Wikipédia, foi criada em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e moradores das favelas cariocas. Atualmente, conta com aproximadamente 80 colaboradores, entre moradores, pesquisadores e jornalistas.

Com mais de 150 verbetes, a plataforma visa preservar o conhecimento popular e resgatar a memória coletiva das favelas do Rio de Janeiro. De forma documental, acadêmica ou imagética, o dicionário é aberto a qualquer público: basta entrar no site e fazer um cadastro para acrescentar um verbete relacionado ao mundo dos morros cariocas.

Reunindo verbetes como “baile de favela” e “áreas de risco”, entre outros termos comuns dos moradores, a plataforma também promove a integração cultural das favelas, trabalhando a cidadania e o direito à cidade. Em homenagem a uma de suas idealizadoras e colaboradoras, a iniciativa foi batizada de Dicionário de favelas Marielle Franco.

Saiba mais

No dicionário, consta a definição de Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) feita por Marielle Franco, fruto de seu mestrado defendido há cinco anos.

A dissertação UPP: a redução da favela a três letras virou livro em 2018 pela n-1 edições, e toda verba é revertida para a família da vereadora. As informações foram divulgadas no editorial desta segunda-feira (14) no portal Brasil de Fato.