Vozes Educadoras: websérie aborda temas urgentes na educação brasileira

-

Vozes Educadoras: websérie aborda temas urgentes na educação brasileira

Todas as sextas-feiras, no canal do CENPEC Educação no YouTube, o Vozes Educadoras trará uma nova questão a ser comentada por um educador convidado
Imprimir

Por Gustavo Paiva

Estreia nesta sexta-feira (12) a websérie Vozes Educadoras, que trará educadores experientes para tirar dúvidas ou explicar questões urgentes na educação brasileira em vídeos de até três minutos. A produção será disponibilizada toda sexta-feira no canal do CENPEC Educação no YouTube e toda a comunidade escolar poderá participar, enviando suas perguntas e sugestões de temas nos comentários dos vídeos, no próprio canal do YouTube.

O objetivo é fortalecer e diversificar o debate sobre educação e oferecer a gestores, professores, estudantes e familiares mais uma fonte de informação, de maneira didática e com qualidade e agilidade.

Para isso, serão convidados educadores do CENPEC Educação, de outras organizações e de redes públicas com experiência teórica e prática na educação pública. Além de uma síntese em vídeo, materiais complementares serão publicados no portal CENPEC Educação, para possibilitar o aprofundamento sobre os temas abordados na semana.

Anna Helena Altenfelder, presidente do Conselho de Administração do CENPEC Educação, explica que a ideia surgiu depois de uma enquete on-line realizada pela start-up Eu Ensino, que trabalha com formação de professores, em parceria com o CENPEC Educação.

O levantamento feito com aproximadamente 1.500 profissionais até o momento apontou suas principais dificuldades e necessidades durante a pandemia. A preferência por materiais em vídeo aparece em segundo lugar, atrás dos cursos estruturados, também já oferecidos pelo CENPEC Educação. O levantamento continua aberto à participação de educadores.

Fotografia de Anna Helena Altenfelder, presidente do Conselho de Administração do CENPEC Educação.

A demanda por materiais mais sintéticos em vídeo é antiga e ganha ainda mais relevância neste momento de pandemia. A suspensão das aulas presenciais trouxe muitas dúvidas e preocupações para profissionais da educação, familiares e estudantes. Temos feito e participado de muitas lives e webinários, que são ótimos momentos de interação e troca, mas acreditamos que também seja importante fortalecer a comunicação assíncrona e ágil

Anna Helena Altenfelder, presidente do Conselho de Administração do CENPEC Educação

Primeiro episódio: Racismo na educação

Nesta semana, a série Vozes Educadoras traz a participação da pedagoga e pesquisadora Regina Estima, que responde à pergunta: “Como o racismo pode se manifestar na educação e o que as escolas devem fazer?”.

O tema, sempre relevante e urgente, voltou a ganhar destaque na imprensa nas últimas semanas, com o assassinato de um adolescente negro de 14 anos em São Gonçalo (RJ) e de mais um homem negro nos Estados Unidos, em ambos os casos por policiais.

De acordo com Regina, em países como o Brasil, marcado por mais de três séculos de escravidão, “o racismo se manifesta na educação e nas instituições como um todo perpassando as instituições e o inconsciente coletivo da população”. A educadora dá sete dicas de como as escolas podem atuar para promover uma educação antirracista. Confira o vídeo:

Gostou? Então, curta e compartilhe no WhastApp e nas redes sociais e ajude a amplificar as vozes educadoras. Para receber sempre os vídeos, não deixe de se inscrever no nosso canal no YouTube ou de nos seguir no Facebook, no Twitter ou no Instagram.


Veja também