Prêmio RBS para professores tem inscrições abertas

-

Prêmio RBS para professores tem inscrições abertas

Iniciativa tem o objetivo de reconhecer boas práticas educativas de mediação e incentivo à leitura e contribuir para a melhoria da educação básica no País
Imprimir

Estão abertas as inscrições para a 7ª edição do Prêmio RBS de Educação – Para Entender o Mundo.

Idealizado pelo Grupo RBS e pela Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho (FMSS), o Prêmio tem o objetivo de reconhecer boas práticas educativas e, assim, contribuir para a melhoria da educação básica no País.

O CENPEC Educação é parceiro do Prêmio desde a primeira edição e dá assessoria técnica ao curso de formação para professores que compõe a iniciativa. As inscrições se encerram em 12 de setembro.

Inovações no Rio Grande do Sul

O Prêmio RBS selecionará educadores de escolas públicas e privadas do estado do Rio Grande do Sul que se tenham destacado no desenvolvimento de ações de mediação ou incentivo à leitura.

A ideia é identificar, por exemplo, atividades que façam uso das telecomunicações e dos dispositivos digitais para incentivar a leitura por parte de crianças, adolescentes e jovens. Clubes de leitura digital por apps de comunicação, blogs de leitura comentada e redes sociais para discussão de obras literárias são alguns dos exemplos.

Educadores de todas as áreas do conhecimento e de todas as etapas da educação básica – educação infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio –, incluindo a EJA (Educação de Jovens e Adultos), podem participar.

A inscrição é gratuita e individual. No caso de projetos com mais de um educador, recomenda-se escolher um representante e informar os demais nomes na ficha técnica.

Visite o site e leia o regulamento

Replicando boas práticas

Desde a terça-feira passada (23), quem acessa o site do Prêmio RBS de Educação – Para Entender o Mundo pode também conhecer em detalhes os 20 projetos finalistas e vencedores da 6ª edição, realizada em 2018, sendo 10 de escolas públicas e 10 de escolas privadas.

Os projetos estão encartados nos Cadernos de Replicação, uma iniciativa inédita que traz informações passo a passo para que outros professores possam reproduzi-los em sua sala de aula.

Distribuídos on-line gratuitamente mediante preenchimento de um cadastro, os Cadernos foram editados depois de visitas técnicas realizadas às 20 instituições finalistas e vencedoras, com apoio dos próprios docentes. A proposta é ampliá-los a cada ano, permitindo a criação de um verdadeiro banco de dados de metodologias de incentivo à leitura criado por e para professores e educadores.

Em declaração ao portal GaúchaZH, Beatriz Cortese, gerente de projetos do CENPEC Educação, afirma que os Cadernos chegam para preencher uma lacuna existente nos cursos de formação do Prêmio.

Beatriz Cortese. Foto: Acervo CENPEC Educação.

Serão relatos de prática mais consistentes do ponto de vista didático. São modelos que, depois de compreendidos pelos educadores, podem ser transformados por eles.”

Beatriz Cortese