Olimpíada de Língua Portuguesa é destaque no Educação 360

-

Olimpíada de Língua Portuguesa é destaque no Educação 360

Evento com Maria Aparecida Laginestra abordou a contribuição do Programa Escrevendo o Futuro e da Olimpíada de Língua Portuguesa para a formação de professores. Etapa estadual se inicia no dia 26/09
Imprimir

Como um concurso de textos e aptidões matemáticas pode contribuir para evidenciar as realidades presentes na educação pública? Para discutir o tema, Maria Aparecida Laginestra, do CENPEC Educação, coordenadora da Olimpíada de Língua Portuguesa; e Francisco Dutenhefner, do Instituto de Matemática Pura e Aplicado (Impa/UFMG) realizaram na última terça-feira (17), entre 12h20 e 13h20, a master class O que as Olimpíadas de Língua Portuguesa e de Matemática informam sobre os alunos brasileiros” na 6ª edição do Educação 360. Assista ao vídeo.

Formação docente e inclusão social

A master class foi organizada pelo Itaú Social, parceiro do Educação 360, iniciativa dos jornais O Globo e Extra que ocorreu entre os dias 16 e 17 de setembro, na Cidade das Artes, Rio de Janeiro (RJ).

Durante o encontro, Maria Aparecida Laginestra falou aos presentes sobre os “bastidores” da Olimpíada de Língua Portuguesa, que, neste ano, recebeu mais de 170 mil inscrições, com adesão de mais de 87% dos municípios brasileiros.

Após relatar o histórico do concurso, Laginestra explicou que a proposta é, na verdade, contribuir para a formação de professores de língua portuguesa, ação esta realizada pelo Programa Escrevendo o Futuro.

Maria Aparecida Laginestra.
Foto: Reprodução.

O concurso é um mobilizador das escolas. Ele atua como um estímulo para o professor abarcar nossa organização de ensino e metodologia.”

Maria Aparecida Laginestra

A coordenadora comenta que essa metodologia propõe trabalhar a língua a partir de seu uso social, o que significa considerar, na produção de um texto, para quem se escreve, o que se escreve, como se escreve e o contexto social no qual o texto vai circular.

Ao contribuir para a formação dos professores e trazer a abordagem centrada no uso social da língua, a Olimpíada de Língua Portuguesa e o Programa Escrevendo o Futuro buscam também estimular, nos alunos, o interesse em escrever, para que a atividade possa ganhar sentido e significado para eles.

Segundo Laginestra, essa preocupação é fundamental, pois o domínio da leitura e da escrita é um dos elementos que contribui para o enfrentamento das desigualdades sociais.

Ler e escrever – e também o domínio da oralidade e da escuta – são fundamentais para o êxito, para o sucesso desse aluno e para a sua inclusão social.”

Maria Aparecida Laginestra

O lugar onde vivo

“Temos um tema que nos acompanha desde o início [da Olimpíada de Língua Portuguesa], que é ‘O lugar onde vivo’. Esse tema vai trazer o olhar dos alunos e dos professores para esse lugar do Brasil, que é gigantesco, de uma forma peculiar”, disse Maria Aparecida Laginestra aos presentes.

A coordenadora explica que a proposta pedagógica é que professores partam dos saberes de meninas e meninos, realizem um diagnóstico preliminar e realizem, a partir daí, uma alimentação temática – ou seja, trabalhar cada um dos gêneros abordados na Olimpíada junto aos alunos a partir de textos de diferentes autores.

Com a alimentação temática, torna-se possível realizar um planejamento que resulta na produção do texto, revisão e reescrita, em um processo interativo que constitui a sequência didática proposta pelo Programa Escrevendo o Futuro.

O texto dificilmente está totalmente pronto. Está sempre em processo, de se olhar para ele e dar um novo tom, uma nova cor.”

Maria Aparecida Laginestra

A coordenadora destaca também a importância de trabalhar a diversidade linguística, regional, social e étnico-racial nos textos, uma das razões para a 6ª edição da Olimpíada ter como homenageada a escritora Conceição Evaristo.

A Olimpíada de Língua Portuguesa acaba de encerrar a etapa das Comissões Julgadoras Municipais. A partir da próxima quinta-feira (26/09), tem início a etapa estadual, que selecionará 569 alunos, distribuídos entre os gêneros poema, memórias literárias, crônica, documentário e artigo de opinião.

Saiba mais sobre as etapas municipal e estadual no portal Escrevendo o Futuro

Sobre a Olimpíada de Língua Portuguesa e o Programa Escrevendo o Futuro

Olimpíada de Língua Portuguesa e o Programa Escrevendo o Futuro desenvolvem ações de formação de professores com o objetivo de contribuir para o ensino da língua portuguesa.

O caráter é bienal. Em um ano, é realizada a Olimpíada, que premia as melhores produções de alunos de escolas públicas de todo o País. No ano seguinte, o Programa Escrevendo o Futuro desenvolve ações de formação presencial e a distância, além de promover estudos e pesquisas, elaboração e produção de recursos e materiais educativos.

Sobre o Educação 360

O Educação 360 tem como objetivo prover uma diversidade de olhares sobre a educação, dando voz a alunos, professores, familiares e à sociedade, além de apresentar e compartilhar propostas inovadoras e bem-sucedidas. Em 2019, a programação contou com nomes como Frei Betto, Nélida Piñon, Eduardo Bueno Carlos Nobre, Martin Carnoy e Lindy Amato.

⇒ Veja como foi a cobertura do jornal O Globo dos dois dias do evento


Vídeo: produzido por Itaú Social (reprodução via Facebook).