Edital Sementes, fomento para o protagonismo juvenil

-

Edital Sementes, fomento para o protagonismo juvenil

As inscrições estão abertas até 17 de julho com prêmios de até R$ 20 mil por projeto. Participe!
Imprimir

Por Suzana Camargo

O Edital Sementes, lançado este ano pelo Prêmio Itaú-Unicef, com coordenação técnica do CENPEC Educação, se dirige a ações de jovens entre 15 e 29 anos, voltadas à equidade, inclusão social e combate a discriminações.

As inscrições estão abertas até 17 de julho para todo o Brasil. São bem vindas as iniciativas que articulem o território onde vivem esses jovens e que promovam inclusão social e equidade e o combate da discriminação de raça, gênero e pessoas com deficiência.

                                         Inscrições aqui

Fomento

São 10 iniciativas a receberem o fomento e a divulgação dos contemplados está prevista para 16 de setembro. Cada uma delas receberá incentivo de até R$ 20 mil para serem desenvolvidas.

“Para participar do Edital Sementes as iniciativas podem já existir, serem reformuladas, ou ainda, serem criadas”, explica Milena Duarte, coordenadora de Fomento do Itaú Social.

O Sementes

Milena Duarte comenta que o Edital Sementes surgiu como consequência do Prêmio Itaú-Unicef, que existe desde 1995.

“Desde essa data o prêmio vem acompanhando as transformações e as demandas da sociedade. Reconhecendo a importância, a potência e a legitimidade do trabalho de jovens para jovens na comunidade, em 2019 foi desenvolvido o Edital Sementes”, relata.

O Sementes segue o mesmo propósito do Prêmio Itaú-Unicef que é o de  fortalecer e apoiar as Organizações da Sociedade Civil (OSCs), que atuam diretamente com crianças, adolescentes e jovens, pensando na educação integral e inclusiva.

Quem participa

“A iniciativa deve ser encabeçada por jovens e destinada para jovens”, observa Mariana Cetra, uma das responsáveis pelo projeto no CENPEC Educação.

Ela ressalta a importância de que as atividades desenvolvidas estejam articuladas com os locais em que os jovens residem e convivem. “Isso porque queremos uma perspectiva inclusiva e de diversidade humana, que são determinantes para a participação no prêmio”, diz.

Mariana ainda aponta que, embora não focado diretamente em ações de educação integral, o Edital Sementes acaba trabalhando essa medida, indiretamente. “Ao trazer como pontos centrais o protagonismo juvenil, a diversidade humana e a articulação no território ele está colocando a educação integral em prática”, afirma.

Os focos do Edital

É importante que os participantes observem os quatro eixos que são foco da seleção e avaliação das iniciativas inscritas.  São eles:

1 – Diversidade Humana – centralidade da diversidade humana nas ações – raça/etnia, gênero e/ou deficiência na perspectiva da educação integral e inclusiva;

2 – Protagonismo e autonomia dos jovens em todas as etapas da iniciativa (idealização, planejamento e execução das ações);

3 – Mobilização e articulação no território na perspectiva da garantia de direitos e promoção da equidade;

4 – Aspectos metodológicos – iniciativas que dialoguem com as necessidades juvenis e apresentem estratégias diferenciadas para a proposição das ações.

Lembrando que projetos que não envolvam jovens como protagonistas, em todas as etapas (idealização, planejamento e execução das ações), não se enquadram nos requisitos do Edital Sementes.

Acesse a íntegra do edital e se inscreva exclusivamente no formato online. O modelo disponibilizado em PDF é ilustrativo e foi construído para facilitar o preenchimento da inscrição.

Selecionados

A divulgação das iniciativas que serão fomentadas está prevista para ser realizada no dia 16 de setembro.

Parceiros

Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas), União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Canal Futura, Movimento Todos pela Educação, Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e Rede Andi.

Saiba mais

Cultivando ações de equidade

Prêmio Itaú-Unicef