Conheça os vencedores do Desafio Inova Escola

-

Conheça os vencedores do Desafio Inova Escola

Premiação ocorreu durante o Fórum Inovação Educativa, realizado pelo jornal Folha de S. Paulo, em parceria com a Fundação Telefônica Vivo
Imprimir

Aconteceu na última quarta-feira (13), no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo (SP), a 4ª edição do Fórum Inovação Educativa.

Promovido pelo jornal Folha de S. Paulo, em parceria com a Fundação Telefônica Vivo, o evento, que aconteceu das 8h às 18h, contou com a presença de cerca de 1 mil pessoas e debateu temas como neurociências, fundamentos da inovação na educação e metodologias ativas.

O destaque ficou por conta da cerimônia de premiação do Desafio Inova Escola, quando os presentes puderam conhecer os cinco Destaques Nacionais e os vencedores do Júri Popular, com apresentação de Marcelo Tas. Veja como foi (fonte: TV Folha).


Destaques Nacionais

Conheça as cinco equipes consideradas Destaques Nacionais, escolhidas pela comissão julgadora do Desafio, entre 25 Destaques Regionais.

As escolas que representam as equipes recebem, entre outras premiações, R$ 10 mil e assessoria técnica para implementação dos respectivos planos de inovação em 2020. Clique nas imagens para ampliá-las e ver mais detalhes de cada plano de inovação.


Bastião Atômico

Jaboatão dos Guararapes (PE)

Descrição do plano de inovação "Bastião Atômico"
Clique para ampliar.

A necessidade de a comunidade acessar a água na escola e utilizá-la de maneira consciente instiga esta equipe a construir uma cultura de sustentabilidade.

Estão previstas oficinas de robótica, o uso de práticas de tecnologias alternativas e parcerias com colaboradores locais, startups, escolas e universidades.


Guerreiros do campo

Nova Esperança do Piriá (PA)

Descrição do plano de inovação "Guerreiros do campo"
Clique para ampliar.

Ao averiguar o alto índice de faltas, evasão e repetência, a equipe decide criar estratégias de ensino que possam adequar o cotidiano do aluno ao ambiente da escola.

A proposta é promover oficinas e um calendário escolar mais flexível à realidade do local, para melhor acolher os estudantes e suas famílias.


IFF9!

Itaperuna (RJ)

Descrição do plano de inovação "IFF9!"
Clique para ampliar.

Diante das dificuldades de aprendizagem dos alunos e de casos de retenção, a equipe planeja ações de acolhimento e promoção da autonomia dos estudantes, para melhor gestão do tempo, conciliando liberdade e responsabilidade.

Também prevê a instituição de empresas júnior e o desenvolvimento de jogos digitais educativos, baseados em obras literárias de domínio público.


Inova IEMA

São Luís (MA)

Descrição do plano de inovação "Inova IEMA"
Clique para ampliar.

A necessidade de interdisciplinaridade entre a Base Técnica e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), alinhada à preocupação com o ensino-aprendizagem em sala de aula, é o desafio destacado pela equipe.

A solução passa por reunir professores de ambas as modalidades para planejamentos interdisciplinares ao longo do ano.


Itavivo

Vitória de Santo Antão (PE)

Descrição do plano de inovação "Itavivo"
Clique para ampliar.

A proposta da equipe é integrar a escola com o parque natural onde está localizada. O desafio é criar novos espaços-vivências de aprendizagens para os alunos, que favoreçam a troca de experiências entre a escola e a comunidade.

Prevê-se a inclusão da educação ambiental no projeto didático escolar, além da criação de um espaço maker, uma estufa e um ambiente de lazer.


Destaques Nacionais do Desafio Inova Escola
Destaques Nacionais do Desafio Inova Escola, selecionados pela Comissão Avaliadora. Clique para ampliar.

Voto popular

Entre os dias 8 e 11/11, os 25 Destaques Regionais também foram submetidos a uma votação popular no site do Desafio Inova Escola, que atingiu 141 mil votos.

Conheça agora as cinco equipes com mais votos, uma por região brasileira. As escolas que representam as equipes receberam um certificado impresso de reconhecimento pelo potencial de mobilização da comunidade escolar.


Arteduca

Região Centro-Oeste

Centro-Oeste

Votos: 9.699
A baixa frequência de estudantes dos anos finais do ensino fundamental é o desafio a ser encarado pela equipe. A proposta é realizar mudanças na configuração do espaço escolar e nas práticas pedagógicas, com ações inovadoras e artísticas, para aumentar o engajamento e a presença dos estudantes na escola.

Educador responsável: Jacinaila Louriana Ferreira
Equipe: Claudia Michelle Weirich Caetano, Elaine C. S. de M. da Silva, Juliana Ap. do C. Ananias da S. Fernandes, Ketheley Leite Freire
Escola: EE Professora Zeni Vieira
Município: Sinop (MT)
⇒ Assista ao vídeo.


Equipe Santa Terezinha

Região Nordeste

Nordeste

Votos: 15.093
Ao perceber que o acesso à internet e à tecnologia é uma realidade distante dos estudantes, a equipe propõe ações para a inclusão digital na escola. As atividades passam pela conscientização e pelo apoio dos familiares e responsáveis, assim como pelo incentivo às práticas aplicadas em sala de aula, com a utilização das tecnologias digitais.

Educador responsável: Sheillane Regina dos Santos
Equipe: Adja Roberta da Silva Santos, Benielle Amorim da Silva, Flávia Silva Rocha, Jéssica Siqueira dos Santos, Luana Costa Cerqueira, Poliana da Silva Santos Ferreira, Vilma Fernandes Marques
Escola: Escola Municipal Santa Terezinha
Município: Coruripe (AL)
⇒ Assista ao vídeo.


Juntos somos mais fortes

Região Sudeste

Sudeste

Votos: 15.355
Com base em um diagnóstico realizado na escola, a equipe se propõe a desenvolver metodologias alternativas para aumentar a autoestima dos alunos, colocando em evidência os seus potenciais criativos. O plano estabelece a criação de um programa de monitoria nas salas de aula, envolvendo todas as disciplinas.

Educador responsável: Fernanda da Silva Geraldo
Equipe: Cynthia da Rosa Queiroz Gonçalves, Daiane Vieira de Rezende Pinhal
Escola: EMEF Cândida Soares Machado
Município: Guarapari (ES)
⇒ Assista ao vídeo.


Nenhum a menos!

Região Norte

Norte

Votos: 11.441
Com o propósito de criar um ambiente mais inclusivo aos estudantes, principalmente às pessoas com deficiência, a equipe deseja constituir um espaço de conhecimento e integração. Para transformar a realidade, propõe a instalação da sala de recurso, com mobiliários adaptados, cadeiras com ajustes e ferramentas escolares adaptadas.

Educador responsável: Mary Sônia Dutra de Alencar
Equipe: Carmem Helena Batista Azevedo, Claudia Alessandra Batista Alfaia, Erica de Freitas Ferreira Souza, Evanilda Leocadio Simas, Luciane da Silva Mendes, Rejeane Maria Ramos Mourao, Vilma Vasconcelos Costa
Escola: Escola Estadual Ministro Waldemar Pedrosa
Município: Parintins (AM)
⇒ Assista ao vídeo.


Urbano

Região Sul

Sul

Votos: 9.925
Pensando no desperdício de materiais e na falta de conscientização da comunidade escolar, a equipe propõe estratégias para garantir a discussão desta temática. As ações visam desenvolver a autonomia e a conscientização durante as refeições, além de enfatizar assuntos como a separação, reutilização e reciclagem dos resíduos.

Educador responsável: Rúbia Schmitt
Equipe: Claudia Mara Lemke Heinzen, Flavia Regina Lemke Truppel, Janaina da Silva Corrêa, Marcia Sadzinski Maida, Marizete Machado, Roselia Alves Lisboa Madalena Gonzaga, Simoni da Silva
Escola: EMEFE Pe Urbano Teixeira da Fonseca
Município: Guaramirim (SC)
⇒ Assista ao vídeo.


 Equipes mais votadas por região
Equipes mais votadas por região. Clique para ampliar.

Um fórum para a inovação

Aberto por Fábio Takahashi, editor do Deltafolha e um dos fundadores da Associação de Jornalistas de Educação (Jeduca); e por Renato Gasparetto, vice-presidente de Relações Institucionais da Vivo, o Fórum Inovação Educativa trouxe três mesas temáticas, uma roda de conversa e a palestra de abertura, com Claudia Costin, da Fundação Getúlio Vargas.

Costin, em sua palestra, abordou os desafios da educação no Brasil – onde cerca de 55% dos estudantes acima de oito anos de idade têm níveis insuficientes de leitura e 54% em matemática – e tratou da importância de inovar na educação, o que, para ela, se realiza em uma aceleração do processo de aprendizagem.

Além das perspectivas para o futuro, que incluem a emergência da indústria 4.0, A especialista falou dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), com destaque para o ODS 4, cujo preâmbulo afirma como objetivo

Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todas e todos.”

Objetivo do Desenvolvimento Sustentável nº 4

Costin ressaltou a importância de trazer para a educação pública práticas como personalização do ensino, flexibilidade do currículo e, principalmente, resolução colaborativa entre professores, como forma de estimular a inovação – e que a qualidade do ensino seja pensada de forma equitativa, além da necessidade de valorizar os docentes e investir mais em uma formação mais prática para os professores.

Educação de qualidade para todos não se faz com ilhas de excelência. Não adianta dar educação de primeira linha para os estudantes ‘mais brilhantes’ e uma educação qualquer para os outros.”

Claudia Costin
Cláudia Costin no Fórum Inovação Educativa.
Cláudia Costin no Fórum Inovação Educativa.

Da neurociência às metodologias ativas

As mesas temáticas abordaram neurociência e aprendizagem, fundamentos da inovação na educação e inovação em metodologias ativas.

No que diz respeito à neurociência, chamou a atenção o fato de que, segundo os convidados, a área não é prescritiva para a educação – e, ao contrário do que se pensa, a interação entre estudantes e entre estes e professores e disciplinas como ciências humanas, educação física e artes são essenciais para garantir um bom desenvolvimento cognitivo.

Outro destaque foi a abordagem crítica dos “neuromitos”, discussão iniciada por Guilherme Brockington, da Universidade Federal do ABC. Entre eles, os de que os seres humanos usam apenas 10% da capacidade cerebral (na realidade, já utilizamos todo o potencial) e de que homens e mulheres teriam aptidões diferentes para as ciências exatas (embora haja algumas diferenças, o número de semelhanças é bem maior).

A mesa sobre fundamentos da inovação abordou os teóricos León Tolstói, Célestin Freinet e Anísio Teixeira para afirmar que algumas inovações, na verdade, foram pensadas décadas e até séculos atrás.

Freinet, por exemplo, já propunha a predominância da vida real sobre a sala de aula, e Tolstói, uma escola caracterizada pelo protagonismo dos estudantes e participação democrática.

A vida e obra de Anísio Teixeira, lembrado por Diana Gonçalves Vidal, da Universidade de São Paulo (USP), por sua vez, ressaltaram a luta por uma educação pública universal e de qualidade no Brasil e a criação do sistema educativo nacional.

Marcos Ferreira-Santos, professor de mitologia da USP, fez críticas ao modelo da escola ocidental e defendeu a possibilidade de pensar a educação de maneira ampla, na perspectiva de diferentes culturas e etnias.

Equipe do CENPEC Educação na cerimônia de premiação do Desafio Inova Escola, com a presidente do Conselho de Administração, Anna Helena Altenfelder (com echarpe vermelha).
Equipe do CENPEC Educação no Fórum Inovação Educativa, com a presidente do Conselho de Administração, Anna Helena Altenfelder (com echarpe vermelha). O CENPEC Educação fez a coordenação técnica do Desafio Inova Escola.

Finalmente, o público pôde conhecer melhor as propostas de metodologias ativas na educação – perspectivas que propõem aulas horizontais e colaborativas em que os alunos “põem a mão na massa”, nas palavras de Júlia Pinheiro Andrade, do Centro de Referências em Educação Integral.

Nesse sentido, Débora Sebriam, do Instituto Educadigital, apontou a carência de formação para professores como um desafio. “Temos que pensar em política pública. Não adianta mudar a sala de aula e não mudar a avaliação”, defendeu Sebriam.

O Fórum Inovação Educativa foi finalizado pela roda de conversa entre Marcelo Tas e os estudantes João Guilherme Medeiros Leite, Iversson Natan da Silva Santos, Isabela Gonsalves de França, Karen Samyra e Rhenan Cauê, que discutiram sobre inovação na sala de aula, carência de recursos e homenagearam professores que os influenciaram com propostas inovadoras.

Saiba mais

Acesse o site do Desafio Inova Escola


Fotos: José Alves e João Marinho