Inovações no ensino de ciências

-

Inovações no ensino de ciências

Lançado pelo Prêmio Respostas para o Amanhã, o material traz estratégias para educadores(as) trabalharem projetos baseados em demandas e desafios reais
Imprimir

Em um contexto de crise sanitária, acirramento das desigualdades e falta de motivação e interesse dos jovens pela escola, faz-se ainda mais necessário inovar na educação. Para apoiar docentes e gestores(as) nessa desafiante empreitada, o Prêmio Respostas para o Amanhã – iniciativa brasileira do Solve for Tomorrow, programa global de cidadania corporativa da Samsung – acaba de lançar o Guia Prático – Inovações no Ensino de Ciências.

A publicação traz reflexões e sugestões de práticas pedagógicas para tornar a experiência de ensino-aprendizagem mais significativa nas áreas de Ciências da Natureza e da Matemática. Ela se baseia no conhecimento acumulado ao longo dos oito anos do Prêmio, como explica Isabel Costa, Gerente de Cidadania Corporativa da Samsung Brasil:

Isabel Costa
Foto: reprodução

O Solve For Tomorrow utiliza globalmente a abordagem STEM como referência. Assim, trabalhamos no Brasil, desde 2014, no estímulo ao desenvolvimento de projetos de investigação científica e/ou tecnológica que possibilite ao professor despertar o protagonismo dos estudantes, passando a atuar como um facilitador do processo de aprendizagem, o que aumenta o interesse nos jovens por carreiras científicas, tecnológicas e engenharias. O Guia Prático reúne indicações que auxiliam diretamente os educadores no desenvolvimento de jovens protagonistas e líderes, seguindo a visão global da Samsung com Responsabilidade Social: ‘Together for Tomorrow! Enabling People’.”

Isabel Costa

Como trabalhar por projetos

O guia é organizado em uma sequência que conduz da reflexão à ação e destaca estratégias para que professores(as) e estudantes trabalhem de forma colaborativa em projetos baseados em demandas e desafios reais.  

O primeiro capítulo problematiza o contexto educacional e apresenta conceitos-chave para transformar o ensino de Ciências. O segundo e o terceiro capítulos voltam-se para a sala de aula, localizando o potencial do trabalho por projetos e identificando as etapas para tirá-los do papel. 

Saiba tudo sobre o Guia no site do Prêmio Respostas para o Amanhã

Como as escolas seguem em contexto de ensino remoto, há indicações de recursos digitais a serem utilizados pelos(as) professores(as) para realizar as atividades práticas sugeridas. No caso de um registro fotográfico, por exemplo, indicado como forma de identificar e registrar possíveis demandas da comunidade, a sugestão é organizar o compartilhamento das imagens em um mural virtual construído de forma colaborativa.

Juliana Gonçalves
Foto: arquivo pessoal

Juliana Gonçalves, técnica de projetos do Cenpec, comenta como esse contexto influenciou a produção do guia:

A atual crise sanitária exacerbou questões como a fragilização de vínculos e a falta de motivação para a aprendizagem. Então, algo precisa mudar e as áreas das Ciências e da Matemática são oportunas para construir pontes entre os conteúdos curriculares e o ‘mundo real’.”

Juliana Gonçalves

Potencial do Prêmio Respostas para o Amanhã

Por fim, o guia explicita como o Prêmio tem contribuído para a transformação do processo de ensino-aprendizagem no ensino de Ciências e estimulado práticas pedagógicas inovadoras. 

O Prêmio, que tem coordenação geral do CENPEC Educação, desafia estudantes do Ensino Médio da rede pública de ensino a desenvolverem soluções para demandas locais por meio da abordagem STEM (sigla em inglês para Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática).

Uma pesquisa realizada com os(as) participantes da premiação pelo Cenpec – responsável pela coordenação da iniciativa no Brasil – evidenciou os efeitos positivos do Prêmio. Entre eles, destacam-se:

  • o resgate da confiança do(a) professor(a), que se torna referência entre os colegas e em sua rede);
  • a motivação dos(as) estudantes, que passam, por exemplo, a procurar mais as disciplinas eletivas;
  • o estímulo à participação em outros concursos e premiações, inclusive internacionais;
  • a transformação do conhecimento para algo mais “concreto” aos olhos dos(as) alunos(as).

As inscrições para a 8ª edição do Prêmio Respostas para o Amanhã estão abertas até o dia 19/7

Saiba como participar e se inscrever


Veja também