Curso on-line Caminhos da escrita abre novas turmas: inscreva-se!

-

Curso on-line Caminhos da escrita abre novas turmas: inscreva-se!

Imprimir

O Programa Escrevendo o Futuro, responsável pela Olimpíada de Língua Portuguesa, abre novas turmas para o curso on-line “Caminhos da Escrita”. As inscrições se iniciam no dia 24/08, segunda-feira, a partir das 10h (horário de Brasília). As inscrições devem ser realizadas exclusivamente no Portal Escrevendo o Futuro.

Gratuito e mediado, o curso é voltado a professores de Língua Portuguesa dos anos finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio de todas as redes públicas do País, assim como docentes de outros níveis de ensino que querem desenvolver projetos de escrita.

Entre os conteúdos abordados, estão:

  • como as práticas de leitura, escrita e oralidade estão presentes no dia a dia, vinculadas às diversas esferas da vida social;
  • de que maneira trabalhar práticas sociais de letramento na sala de aula;
  • como elaborar um projeto didático de práticas de letramento.

Segundo Tereza Ruiz, da equipe do Escrevendo o Futuro:

‘Caminhos da Escrita’ é uma ótima oportunidade para educadores e educadoras refletirem sobre as práticas de leitura e escrita desenvolvidas na escola e em como engajar estudantes em propostas significativas e atraentes.

Os módulos são compostos por atividades de diversas naturezas: autoformativas (realizadas individualmente, sem interação ou mediação); interativas (debates em fóruns); colaborativas (realizadas coletivamente) e individuais (realizadas por escrito e comentadas pela mediadora). A participação dá direito a certificação.

“Por ser um curso a distância, permite que o tempo seja administrado da maneira mais conveniente para cada um e cada uma. Dessa forma, é possível continuar investindo na própria formação mesmo em meio às muitas demandas cotidianas”, explica Tereza.

Saiba mais sobre o curso.


Criado em 2002 pelo Itaú Social e pelo CENPEC Educação, o programa tem como objetivo contribuir para a melhoria da leitura e da escrita de estudantes de escolas públicas brasileiras.

Em 2008, tornou-se política pública, ao estabelecer parceria com o Ministério da Educação (MEC), por meio da Olimpíada de Língua Portuguesa, concurso que premia as melhores produções textuais de estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio.


Veja também