As novidades do Prêmio Itaú-UNICEF

-

As novidades do Prêmio Itaú-UNICEF

Coordenado pelo CENPEC Educação, o projeto mobiliza via redes sociais além de apresentar novos cursos no segundo semestre
Imprimir

Iniciativa do Itaú Social e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), com coordenação técnica do CENPEC Educação, o Prêmio Itaú-UNICEF 2019 apresenta novidades nas áreas de formação, mobilização e organização do próprio projeto.

“Temos o objetivo de fomentar e de dar visibilidade para as organizações da sociedade civil (OSCs) e escolas públicas que atuam pela garantia do direito à educação integral e inclusiva de crianças, adolescentes e jovens”, comenta Ana Cecília Chaves Arruda, coordenadora de prêmios do CENPEC Educação, que ressalta que o Prêmio Itaú-UNICEF é, atualmente, um extenso programa.

O grande diferencial desta edição são as cinco frentes de ação : 1. Fomento e reconhecimento, com edital específico para as iniciativas protagonizadas pelos jovens – desde a concepção até o planejamento e desenvolvimento da ação – e o desenho da 14ª edição que será lançada em 2020; 2. Formação, com ofertas de cursos à distância; 3. Monitoramento e avaliação, direcionada aos projetos semifinalistas; 4. Mobilização social, que acontece via redes sociais, principalmente Facebook; e 5. Produção de conhecimento, que desenvolverá estudos a partir das informações já captadas na edição anterior.

Desde seu início, a mobilização é um dos pontos fortes do Prêmio Itaú-UNICEF. Em 2019, essa frente salientará ainda mais ações que contribuam com a reflexão dos participantes sobre suas práticas e propósitos, tendo em vista o ponto focal, que é a garantia de direitos de crianças, adolescentes e jovens.

A frente de ação Monitoramento e Avaliação trabalhará com as 30 parcerias semifinalistas na 13ª edição do Prêmio e englobará entrevistas com os representantes dos projetos e visitas aos territórios.

Para o segundo semestre, mais novidades virão por aí: um curso sobre trabalho com famílias está em processo final de elaboração e contará com duas turmas piloto.

Os cursos que atualmente são oferecidos pelo Prêmio são: Educação e proteção social: articular para garantir direitos, que visa a esclarecer o papel dos diversos atores envolvidos com a educação e a proteção social. E Mobilização de recursos: conquistar e manter, que se dirige à relação entre OSCs e parceiros financiadores.

14ª edição do Prêmio

Para a edição de 2020, a equipe técnica do CENPEC Educação e instituições parceiras do Prêmio Itaú-UNICEF estão reavaliando as ações.

“O Prêmio nasceu em 1995, mas o cenário educacional e político mudou. Devemos, então, refletir sobre como atender melhor as organizações da sociedade civil nesse contexto”, diz Ana Cecília.