“Artigo de Opinião”, porque argumentar é preciso

-

“Artigo de Opinião”, porque argumentar é preciso

Série Especiais por Gênero traz tema artigo de opinião para apoiar atividades da Olimpíada de Língua Portuguesa e programa Escrevendo o Futuro
Imprimir

Já está disponível, para professores e educadores interessados no assunto, a página sobre artigo de opinião no portal Escrevendo o Futuro.

A página faz parte da série Especiais por Gênero, criada a partir de curadoria da equipe técnica pedagógica da Olimpíada de Língua Portuguesa. A Olimpíada é um projeto do Itaú Social com coordenação técnica do CENPEC Educação.

A equipe caprichou no conteúdo, que aglutina ferramentas para atividades em sala de aula com o gênero artigo de opinião. Na página, encontram-se o caderno virtual Pontos de Vista, amostras do conteúdo das oficinas, plano de aula, leituras sugeridas, textos finalistas e comentários relevantes.

Entre os destaques do conteúdo, está a “Oficina 9” do Caderno do Professor (sequência didática para o ensino de artigo de opinião), que mostra a importância de se construir argumentos sólidos para a defesa de uma tese. O documentário em vídeo Cidade Cinza, de Marcelo Mesquita e Guilherme Valiengo integra a oficina.

Além disso, a página contém os jogos criados especialmente para exercício de raciocínio e de língua portuguesa voltados à argumentação: Pontos de Vista, Q.P. Brasil: o jogo da argumentação e Jogos de aprendizado.

Argumentar como exercício de cidadania

Egon de Oliveira Rangel é o responsável pelo conteúdo do caderno virtual Pontos de Vista. Ele ressalta que as oficinas propostas são voltadas para professores do Ensino Fundamental e início do Ensino Médio e os orienta a trabalhar seguindo as sequências didáticas criadas para o ensino da produção de artigos de opinião. Leituras e conhecimentos linguísticos estão envolvidos na proposta. “O Caderno dá um direcionamento para que o professor desenvolva o tema em sala de aula”, explica.

Na Olimpíada de Língua Portuguesa, o artigo de opinião é trabalhado com estudantes do 3º ano do Ensino Médio, e o professor Egon chama a atenção para a importância de trabalhar o gênero, principalmente com os estudantes que estão nessa fase. “É um período em que são adolescentes, fazem muitos questionamentos, querem inteirar-se por variados assuntos e ensaiam sua entrada na vida pública. Por isso tudo, influencia na formação da opinião deles. Nesse sentido, aprender a argumentar é importante para a construção da cidadania dos alunos”, afirma.

Jogos

Um dos grandes destaques da página especial sobre artigo de opinião são os diferentes jogos. “Há a versão em arquivo em PDF do QP Brasil, que traz questões relevantes da atualidade, e os estudantes são convidados a assumir uma posição, por meio de argumentos consistentes. Em Pontos de Vista, uma grande novidade de 2019, promove a argumentação acerca de temas como padrões de beleza, questões de gênero, fake news, bullying e política. Este último pode ser acessado pelo  computador, ou baixado em dispositivos móveis, como celulares e tablets.

Para conhecer mais sobre a premiação, acesse