Razões e desafios do gestor da educação

-

Razões e desafios do gestor da educação

Entrevistas com 10 gestores educacionais que conceberam ou implementaram políticas marcantes na educação pública brasileira
Imprimir

Como é o trabalho do gestor educacional? Quais são os desafios, as condições e motivações de seu ofício? Que saberes e habilidades mobiliza para atuar frente às redes públicas de ensino? De que forma se posiciona diante dos conflitos e das escolhas inerentes a sua atuação?

A fim de responder a essas questões, esta publicação traz entrevistas com 10 educadores notáveis (em ordem alfabética): André de Figueiredo Lázaro, Binho Marques, Frederico da Costa Amâncio, Joaquim Bento Feijão, José Henrique Paim Fernandes, Macaé Evaristo, Maria Helena Guimarães de Castro, Maurício Holanda Maia, Pilar Lacerda e Rita Coelho.

Capa da publicação

Essas pessoas atuaram em diversas esferas públicas – federal, estadual e municipal –, com trajetórias e posições político-pedagógicas distintas, que dividem opiniões. Alguns atuaram como professores das redes que depois dirigiram. Em comum, há fato de terem tomado frente a importantes mudanças educacionais nas últimas décadas, concebendo ou implementando políticas marcantes para responder às necessidades da educação pública.

Espera-se que os depoimentos contribuam para a reflexão e para a formação de gestores educacionais, que enfrentaram e enfrentam os dilemas das políticas educacionais no Brasil.

CENPEC; FUNDAÇÃO SANTILLANA. Razões e desafios do gestor da educação: dez entrevistas sobre a prática da gestão educacional. São Paulo: Moderna, 2018.