Revista da UFVJM analisa educação, inovação e juventude

Artigo de Anna Helena Altenfelder aborda o papel das relações no contexto de práticas pedagógicas inovadoras com jovens em Minas Gerais

POR JOÃO MARINHO | 25/02/2019

De que forma as rápidas transformações do mundo contemporâneo afetam a escola? É possível identificar mudanças nas práticas pedagógicas ao longo do tempo? Como diferenciar inovações de modismos e qual é, afinal, a função social da escola hoje? Reflexões como essas são feitas no artigo A escola e as práticas pedagógicas inovadoras, de Anna Helena Altenfelder, publicado este mês na Revista de Educação do Vale do Jequitinhonha – EducVale.

Lançada em fevereiro/2019 pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), a EducVale publica artigos referentes à área da educação, resultantes de pesquisas que abordem temas relacionados à gestão de instituições educacionais, políticas públicas educacionais, tecnologia aplicada à educação e práticas pedagógicas.

Em seu artigo, Anna Helena retoma contribuições de especialistas e traz os relatos de seis jovens do Ensino Médio da rede estadual de Minas Gerais que participaram de oficinas de experimentação em diferentes modalidades e linguagens.

As experiências ocorridas em Minas Gerais, assim como o conhecimento produzido nas discussões realizadas em grupos de trabalho com a juventude, foram sistematizadas nas publicações Itinerário para as Juventudes e a Educação Integral em Minas Gerais, lançadas pelo CENPEC  – Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária.

 

► Acesse o especial sobre o livro Itinerário para as Juventudes e a Educação Integral em Minas Gerais: Parte 1 – Concepções e metologias

► Acesse o especial sobre o livro Itinerário para as Juventudes e a Educação Integral em Minas Gerais: Parte 2 – Gestão democrática, currículo e mudança educacional

 

► Confira como foi o lançamento do segundo livro:

CENPEC debate inovações na educação integral para o Ensino Médio

 

A análise dos relatos dos seis jovens apontam que, mesmo em uma época de progressos tecnológicos, as relações ainda ocupam papel fundamental nas práticas educativas.

Anna Helena Altenfelder é pedagoga, com especialização em psicopedagogia pelo Instituto Sedes Sapientiae, mestre e doutora em psicologia da educação pela PUC-SP e presidente do Conselho de Administração do CENPEC.

 

 

 

Compartilhar:

Deixe um comentário

You must be logged in to post a comment.

/* ]]> */