Censo Escolar 2018: reprovação tem impacto na distorção idade-série

Reportagem do jornal O Estado de S. Paulo cita pesquisa do CENPEC sobre reprovação e distorção idade-série em análise dos dados do Inep

POR REDAÇÃO | 04/02/2019

Foto: Marcos Santos/USP Imagens. Reprodução sob licença CC BY-SA 3.0.

Os dados preliminares do Censo da Educação Escolar 2018, divulgados na última quinta-feira (31) pelo Inep, demonstraram redução do número de matrículas na Educação Básica, queda no número de alunos matriculados em escolas de tempo integral e altas taxas de distorção idade-série, que se torna mais intensa a partir do terceiro ano do Ensino Fundamental e se acentua no sexo ano do Fundamental e no primeiro do Médio (no Ensino Médio, a taxa total chega a 28,2%).

Reportagem de Breno Pires e Isabela Palhare escrita para o jornal O Estado de S. Paulo chama a atenção para a distorção idade-série no terceiro ano do Ensino Fundamental. Segundo o texto, ainda no ciclo da alfabetização, 12,3% das crianças matriculadas na rede pública no terceiro ano estavam com dois ou mais anos de atraso em 2018: oito anos de idade é a idade esperada para a etapa, mas cerca de uma em cada dez crianças tinha 10 anos ou mais  durante o curso.

A reportagem, que destaca ainda a queda de 1,1 milhão de matrículas em tempo integral, relaciona a distorção idade-série à reprovação escolar e cita a pesquisa Crença de professores sobre a reprovação escolar, publicada em 2016 pelo CENPEC – Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária. De acordo com o Estadão, “especialistas e pesquisas em educação indicam que a reprovação tem um efeito negativo na aprendizagem. Uma pesquisa do CENPEC também reforça que os estudos internacionais indicam que a reprovação escolar ‘é considerada preditor importante do abandono escolar, conturba a trajetória escolar, é prática financeiramente dispendiosa e gera resultados contestáveis'”.

A reprovação nos anos iniciais é apontada, pela reportagem, como fator que leva ao crescimento da distorção idade-série ao longo da vida escolar e tende a tornar mais distante  a meta 2 do Plano Nacional de Educação (PNE), segundo a qual, até 2024, deve-se “universalizar o Ensino Fundamental de 9 anos para toda a população de 6 a 14 anos e garantir que pelo menos 95% dos alunos concluam essa etapa na idade recomendada”.

 

Clique para ler ao relatório final da pesquisa Crença de professores sobre a reprovação escolar Confira o Boletim Educação & Equidade nº 3, especial sobre reprovação escolar

 

Clique aqui para acessar a reportagem no site do Estadão
Saiba mais sobre as notas estatísticas do Censo Escolar 2018

 

 

Compartilhar:

1 Comment

  1. Censo Escolar 2018: Inep divulga Sinopse Estatística - Cenpec
    Censo Escolar 2018: Inep divulga Sinopse Estatística - Cenpec02-28-2019

    […] ► Leia mais sobre distorção idade-série […]

Deixe um comentário

You must be logged in to post a comment.

/* ]]> */