> Movimento pela Base debate formação de professores no CENPEC - Cenpec
















Movimento pela Base debate formação de professores no CENPEC

Estratégias de apoio aos municípios e estados para implementação da BNCC foram apresentadas e discutidas durante o evento

O CENPEC sediou e participou do encontro com liderança do Movimento pela Base Nacional Comum, realizado na quinta-feira (08/11), em São Paulo, junto com as organizações Todos Pela Educação, Fundação Lemann, Instituto Singularidades, Fundação Roberto Marinho, Instituto Natura e Ceipe – FGV. 

O Movimento pela Base Nacional Comum é um grupo não governamental de profissionais da educação que desde 2013 atua para facilitar a construção de uma Base de qualidade. O grupo promove debates, produz estudos e pesquisas com gestores, professores e alunos e investiga casos de sucesso em vários países.

Na reunião foram discutidas ações de implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e estratégias de apoio aos municípios e estados para formação dos educadores e educadoras, em 2019, na perspectiva da BNCC.

Para o CENPEC, que compõe o Movimento pela Base Nacional Comum desde o seu surgimento, a reunião é um importante passo para a efetivação do currículo proposto pela BNCC para as escolas brasileiras. Mônica Gardelli, diretora-executiva da instituição, afirma que “a formação qualificada de professores para a implementação da BNCC é essencial para o combate das desigualdades educacionais no país, principal bandeira de atuação do CENPEC”.

Implementação da BNCC: desafios para formação docente

Clique sobre a imagem para acessar ao “Guia de Implementação da BNCC”

Na reunião foram apresentados os conteúdos que compõem o “Guia de Implementação da Base Nacional Comum Curricular” (foto ao lado) e reafirmada a necessidade de material didático qualificado e alinhado com a formação dos professores. “A implementação da BNCC deve passar pela formação docente, mas também pelo material didático oferecido aos estudantes e pela avaliação do processo educacional”, ressaltou Mônica Gardelli durante o encontro com as instituições.

Juliana Gomes, coordenadora dos grupos de trabalho para a implementação da Base, propôs a discussão sobre os critérios que norteiam a formação continuada docente em consonância com a BNCC e destacou a necessidade de organizar as redes para a sua implementação.

O encontro foi importante também para a reflexão sobre como seguir com as ações formativas no próximo governo. “Discutimos as propostas da Educação Já, iniciativa suprapartidária liderada pelo Todos pela Educação que busca influenciar o próximo governo nas ações de implementação da BNCC”, finaliza Juliana Gomes.

Compartilhar:

Deixe um comentário

You must be logged in to post a comment.

/* ]]> */