Nota Pública: organizações lamentam assassinato de vereadora Marielle Franco e cobram investigação rigorosa

Nota Pública: organizações lamentam assassinato de vereadora Marielle Franco e cobram investigação rigorosa

Marielle Franco foi brutalmente assassinada na noite desta quarta-feira, 14 de março. Mulher, negra, moradora de favela, mãe ainda muito jovem, superou inúmeras adversidades, estudou em escola pública, fez pré-vestibular comunitário, formou-se em sociologia pela PUC-Rio e mestrado em Administração Pública na Universidade Federal Fluminense, se elegeu vereadora no Rio de Janeiro. Uma referência de superação, de integridade, de luta constante e de conquistas que trabalhou, de forma ética e determinada, pela redução das desigualdades na cidade, pela defesa dos direitos humanos, com ênfase nas dimensões de gênero e raça. Uma referência para as jovens estudantes negras, pobres e moradoras das favelas e da periferia. Diante do horror que levou à sua morte faz-se necessário, por parte da Polícia Civil, interventor e Ministério Público do Rio de Janeiro e demais autoridades responsáveis, investigação e respostas, de forma imediata, sólida, técnica e rigorosa, com identificação dos autores.

#MariellePresente

Assinam a nota:

Ação Educativa

BEI Editora

Campanha Nacional pelo Direito à Educação

CEERT

CENPEC – Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária

Educação Na Veia

ELAS – Fundo de Investimento Social

Fundo Baobá

GIFE – Grupo de Institutos, Fundações e Empresas)

FGV EBAPE / CEIPE – Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas

Fundação Itaú Social

Fundação Lemann

Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal

Fundação Roberto Marinho

Fundação Tide Setubal

Instituto Alana

Instituto Inspire

Instituto Natura

Instituto Rodrigo Mendes

Instituto Unibanco

Todos Pela Educação

Compartilhar:

1 Comment

  1. Exposição traz trabalhos de jovens atendidos pelo projeto Educação com Arte - Cenpec
    Exposição traz trabalhos de jovens atendidos pelo projeto Educação com Arte - Cenpec03-19-2019

    […] não foi escolhida por acaso. No dia 14 de março, completou-se um ano do assassinato da vereadora Marielle Franco. Mulher negra, ativista pela causa dos direitos humanos, que lutava contra os abusos cometidos […]

Deixe um comentário

You must be logged in to post a comment.

/* ]]> */