Termina nesta sexta campanha de financiamento coletivo para materiais de apoio à alfabetização

Termina nesta sexta campanha de financiamento coletivo para materiais de apoio à alfabetização

Termina nesta sexta-feira (31) a campanha de financiamento coletivo promovida pelo Cenpec para a produção de materiais de apoio à alfabetização. O objetivo é arrecadar recursos para a realização de uma publicação virtual interativa para crianças e de materiais de apoio para professores para tratar de questões que muitas vezes se tornam desafios durante essa fase da educação básica.

capa-1-dias

Acesse a plataforma e contribua!

A proposta surgiu a partir da vivência dos profissionais do Cenpec junto a redes de ensino por quase 30 anos. Anna Helena Altenfelder, superintendente da organização, explica que um dos passos para alfabetização é o entendimento das relações entre os sons da fala e as letras da escrita, “o que nem sempre é óbvio, pois a convenção do nosso sistema ortográfico carrega uma série de relações que nem sempre são diretas”.

Por conta de todas as distinções entre a língua falada e sua representação na escrita, é perfeitamente comum que crianças tenham muitas dúvidas durante o processo de alfabetização. Sanar estes desvios ortográficos requer um trabalho sistemático, mas materiais para tratar dessas questões específicas ainda são raros, o que dificulta o cotidiano dos professores.

Nesta etapa, a campanha do Cenpec busca arrecadar R$ 24 mil (US$ 8 mil) pela plataforma internacional de financiamento coletivo GlobalGiving para custear o primeiro volume da coleção, chamado de Vaca Sabida. Nele, serão abordadas questões das consoantes chamadas de homorgânicas (veja mais no vídeo abaixo).

A Coleção Cenpec: Alfabetização será distribuída para uma rede de 100 mil professores com o qual a organização trabalha em seus projetos, além de ser disponibilizada virtualmente, com potencial para beneficiar os 385 mil professores alfabetizadores do país e seus mais de 9 milhões de alunos.

 “Queremos colaborar para que todas as crianças estejam plenamente alfabetizadas até os 8 anos de idade e sejam capazes de ler e escrever, conforme previsto no Plano Nacional de Educação”, afirma Altenfelder. “Embora ler e escrever ultrapasse a aprendizagem das relações entre sons da fala e letras da escrita, aprender esta relação é um passo importante. Ao mesmo tempo, o domínio da leitura e da escrita e de seus usos sociais é cada vez mais fundamental para o pleno exercício da cidadania”, finaliza.

Conheça a iniciativa e saiba como colaborar com a #alfabetização de nossas crianças em bit.ly/CampanhaCenpecBR.

Compartilhar:

Deixe um comentário

You must be logged in to post a comment.

/* ]]> */