> Confira a posição do Cenpec sobre a proposta de reformulação do Ensino Médio - Cenpec
















Confira a posição do Cenpec sobre a proposta de reformulação do Ensino Médio

Confira a posição do Cenpec sobre a proposta de reformulação do Ensino Médio

O Cenpec (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária), que tem como premissa a defesa da educação pública, gratuita e de qualidade para todos, vê com preocupação a proposta de reformulação do Ensino Médio apresentada pelo governo federal, que pode acirrar ainda mais as desigualdades escolares, mesmo que o Cenpec seja a favor de uma flexibilização curricular nessa etapa da educação básica.

A primeira crítica a ser feita é sobre a forma como a proposta é apresentada, por meio de MP (Medida Provisória). Uma condição importante para o sucesso da implementação de políticas é a participação da comunidade de educadores e da sociedade em geral, sua mobilização e a construção de consensos possíveis.

Além disso, não há nenhuma indicação de que haverá ações específicas para sanar os déficits de aprendizagem dos estudantes que ingressam hoje no Ensino Médio de forma a prepará-los para escolher de forma qualificada as suas possibilidades de itinerários formativos e de projeto de futuro. É preciso lembrar que as escolhas dos jovens são feitas conforme a sua condição social, ou seja, de acordo com as oportunidades que tiveram ao longo da sua vida.

A proposta também não enfrenta os inúmeros desafios que precisam ser superados no Ensino Fundamental, em especial os anos finais, bem como a sua articulação e/ou continuidade entre o Ensino Fundamental e o Ensino Médio.

Outro ponto de atenção é que a oferta reduzida de educação integral em regiões vulneráveis pode ampliar as desigualdades. Embora seja positivo priorizar esses territórios na implementação das políticas públicas, o número de escolas que irá oferecer o novo modelo de ensino será muito reduzido, o que pode levar as populações vulneráveis, sobretudo os estudantes que precisam trabalhar, a evitarem esses estabelecimentos e a buscarem outras unidades vizinhas de tempo regular. Estudos do Cenpec e a também recente auditoria do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo têm demonstrado que a oferta reduzida de educação em tempo integral tende a ter um efeito negativo nas escolas vizinhas de tempo regular, como, por exemplo, a superlotação.

Além disso, o sucesso da nova proposta está diretamente condicionado pelas possibilidades que as redes têm de oferecerem diferentes itinerários formativos nos territórios, sobretudo em municípios de pequeno porte econômico, com infraestrutura escolar precária, menor capital humano ou com menos possibilidades de parcerias com setores da indústria, comércio ou terceiro setor.

A proposta não cita o Ensino Médio noturno e, segundo dados do Censo Escolar de 2015, do Inep, 1,9 milhão (23,6%) de alunos estuda no período noturno.

Ainda é cedo para avaliar se a nova medida representará maior ampliação dos investimentos no Ensino Médio em relação aos programas implementados anteriormente. Para fazer a comparação, é necessário que o MEC detalhe por meio de portaria e/ou resolução os valores e também os critérios de repasse de recursos para as escolas.

O Cenpec reitera seu compromisso com a defesa da Educação Integral como uma educação que articula atores, espaços e saberes promove o desenvolvimento integral da criança e do adolescente. Tampouco, o Cenpec é contrário à flexibilização do currículo ou à maior diversificação da oferta do Ensino Médio. Contudo, é preciso atenção à forma como a política será implementada de fato, para que não resulte na ampliação das desigualdades de oportunidades educacionais.

|| Repercussão na Mídia

Ter ou não ter educação física e artes no ensino médio, eis a questão

Ter ou não ter educação física e artes no ensino médio, eis a questão

"Não sou contrária à flexibilização do currículo ou à maior diversificação da oferta do Ensino Médio. Mas acredito que a reforma proposta pelo governo precisa de atenção em diversos pontos e, sobretudo, em sua implementação."
Conexão Futura: Anna Helena Altenfelder fala sobre a reforma do Ensino Médio

Conexão Futura: Anna Helena Altenfelder fala sobre a reforma do Ensino Médio

"Como nós vamos olhar, analisar essa medida de maneira que ela seja para todos?"
Globo News: Reforma do Ensino Médio enviada ao Congresso por Medida Provisória

Globo News: Reforma do Ensino Médio enviada ao Congresso por Medida Provisória

"A questão principal é como garantir que este núcleo comum seja de qualidade" - Maria Alice Setubal, presidente do conselho administrativo do Cenpec
Estadão: Pior do que está não fica

Estadão: Pior do que está não fica

Não se pode passar batido por um debate que não diz respeito (só) ao presente, mas projeta o futuro: a reforma do ensino médio.
Posicionamento da Ação Educativa sobre a Reforma no Ensino Médio

Posicionamento da Ação Educativa sobre a Reforma no Ensino Médio

''O instrumento da MP não é adequado para a realização de mudanças estruturais em políticas públicas'' - Confira o posicionamento da organização na íntegra:
Valor: Opção por MP e pouco investimento recebem críticas de especialistas

Valor: Opção por MP e pouco investimento recebem críticas de especialistas

''A MP pensa esses condicionamentos sociais como se fossem escolhas das pessoas. Não são os jovens que escolhem não entrar na universidade'' - Antônio Augusto Gomes Batista para o jornal Estadão
GloboNews: Especialistas divergem sobre proposta que altera a grade curricular do Ensino Médio

GloboNews: Especialistas divergem sobre proposta que altera a grade curricular do Ensino Médio

O Jornal Hoje ouviu a opinião de especialistas em educação sobre essas mudanças no ensino médio. Assista no vídeo acima.
JH: Especialistas falam sobre proposta de mudanças no ensino médio

JH: Especialistas falam sobre proposta de mudanças no ensino médio

O Jornal Hoje ouviu a opinião de especialistas em educação sobre essas mudanças no ensino médio. Assista no vídeo acima.
JN: Proposta de reforma do Ensino Médio gera críticas de educadores

JN: Proposta de reforma do Ensino Médio gera críticas de educadores

“Nos preocupa porque consideramos fundamental que toda medida, toda política educacional seja fruto de uma discussão que envolva professores, gestores, família e alunos do Ensino Médio que tanto tem a dizer”, disse Ana Helena Altenfelder, Centro Estudos e Pesq. em Educação.
El País: “Plano de reforma de ensino pode aumentar desigualdades. Apresentá-lo por MP é grave”

El País: “Plano de reforma de ensino pode aumentar desigualdades. Apresentá-lo por MP é grave”

Maria Alice Setubal, presidente do conselho administrativo do Cenpec, diz que é grave o fato de o projeto ter sido lançado por MP, o que atropela a discussão feita até aqui
Valor: Especialistas veem risco de aumento da desigualdade

Valor: Especialistas veem risco de aumento da desigualdade

''A MP pensa esses condicionamentos sociais como se fossem escolhas das pessoas. Não são os jovens que escolhem não entrar na universidade'' - Antônio Augusto Gomes Batista para o jornal Estadão
BrasilPost: Reforma do Ensino Médio: Explicamos quais medidas realmente vão entrar em vigor

BrasilPost: Reforma do Ensino Médio: Explicamos quais medidas realmente vão entrar em vigor

brasilpost.com.br   Marcella Fernandes 29/11/2012 – Alunos do Colégio Estadual Amaro Cavalcanti fazem prova do Saerj. Foto Marcelo Horn O governo de Michel Temer anunciou nesta semana a reforma do Ensino Médio por meio de uma medida provisória (MP) com aumento da carga horária e flexibilização da grade curricular. O
Época: Temer muda tudo no ensino médio

Época: Temer muda tudo no ensino médio

"Em 35 anos de educação, nunca tinha visto uma medida dessa importância ocorrer por Medida Provisória" - Antonio Augusto Gomes Batista, coordenador de pesquisas do Cenpec, para Época
Estadão: Debate: Nova divisão de disciplinas no ensino médio melhora formação de alunos?

Estadão: Debate: Nova divisão de disciplinas no ensino médio melhora formação de alunos?

''A MP pensa esses condicionamentos sociais como se fossem escolhas das pessoas. Não são os jovens que escolhem não entrar na universidade'' - Antônio Augusto Gomes Batista para o jornal Estadão
Bom Dia Brasil: Reforma do ensino torno currículo escolar mais flexível

Bom Dia Brasil: Reforma do ensino torno currículo escolar mais flexível

Confira a matéria produzida pelo jornal Bom dia Brasil sobre a reforma do ensino médio
Confira a posição do Cenpec sobre a proposta de reformulação do Ensino Médio

Confira a posição do Cenpec sobre a proposta de reformulação do Ensino Médio

Medida Provisória apresentada pelo governo federal precisa ser melhor detalhada e debatida com a sociedade e não pode resultar na ampliação das desigualdades
Ag. Brasil: Entidades criticam falta de diálogo e reforma do Ensino Médio por MP

Ag. Brasil: Entidades criticam falta de diálogo e reforma do Ensino Médio por MP

"Para que reformas educacionais funcionem, elas precisam de adesão e atenção dos educadores e da sociedade de modo geral", defende o coordenador de Desenvolvimento e Pesquisas do Cenpec

Compartilhar:

Deixe um comentário

You must be logged in to post a comment.

/* ]]> */