Não à redução da maioridade penal

Não à redução da maioridade penal

Fonte: Observatório da Sociedade Civil

O documentário “É disso que eu tô falando”, uma iniciativa do Observatório da Sociedade Civil, foi lançado no dia 21/01, durante a programação do Fórum Social Mundial 2016, em Porto Alegre. O filme tem por objetivo ampliar o debate sobre a redução da maioridade penal. 

O documentário reúne depoimentos de membros de seis OSCs que atuam com jovens em conflito com a lei e discutem a respeito da redução da maioridade penal. As organizações Casa do Zezinho, Coletivo Pombas Urbanas, Instituto Daniel Comboni, Projeto Memórias Construídas e Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca) de Sapopemba e Anistia Internacional mostram projetos que já estão em prática, com resultados positivos, e que poderiam ser reproduzidos em escala pelo Poder Público. Confira abaixo. 

 

 “Quando começamos a pensar esse projeto, percebemos que existia bastante gente com materiais e vídeos denunciando os problemas da redução da maioridade penal. Então, decidimos mostrar o outro lado disso. Além de repudiar a redução, mostrar o que a gente queria que acontecesse. Estamos falando de coisas que funcionam, práticas que não têm a ver com punição, mas com uma forma mais humana de tratar a questão”, contou Nicolau Soares, coordenador do Observatório.

“Queríamos mostrar que, se o ECA for cumprido, não precisamos falar em redução. Esse recorte, essas instituições, são a ponta do iceberg. Existem muitas outras entidades que fazem trabalhos maravilhosos e que poderiam entrar nesse documentário”, concorda Edgar Bueno.

 “O fio condutor desse documentário veio de leituras de Paulo Freire e Ortega y Gasset, que é a questão de diferir as pessoas socialmente através de sua possibilidade ou não de lançar-se num projeto de vida. Olhando os projetos e a realidade das periferias, perguntamos se o que está faltando é legislação ou estas oportunidades efetivas”, completou o roteirista.

Veja a reportagem completa no Observatório da Sociedade Civil

Compartilhar:

Deixe um comentário

You must be logged in to post a comment.

/* ]]> */