Informe de Pesquisa nº 10

Informe de Pesquisa nº 10

Remoção de professores e desigualdades em territórios vulneráveis

Estudo anterior do Cenpec aponta que escolas situadas em regiões de alta vulnerabilidade social apresentam maiores dificuldades para efetivar seus projetos educacionais devido à influência de características do território. Atualmente, por conta da estrutura legal que regula as movimentações docentes na rede municipal paulistana, os professores efetivos podem participar de concursos de remoção e trocar de escola. Tais concursos ranqueiam os professores com base em seu tempo de serviço e formação, e os melhores colocados começam a escolher primeiro. A literatura aponta que os elementos mais importantes na tomada de decisão sobre que escola escolher para trabalhar são as características da vizinhança e dos alunos. Para verificar a hipótese de se em São Paulo o padrão de migração dos docentes se dá em direção a escolas de bairros menos vulneráveis e com público de maiores recursos sociais e culturais, analisamos os dados acerca dos concursos de remoção de professores que atuam nos anos iniciais do ensino fundamental em escolas municipais localizadas na subprefeitura de São Miguel Paulista. Usamos dados dos concursos realizados entre 2006 e 2011 disponíveis no Diário Oficial da Cidade de São Paulo. Os resultados apontam que a vulnerabilidade do território em que está situada a escola e a composição sociocultural do corpo discente influenciam a mobilidade dos professores. Baixe agora!

Compartilhar:

/* ]]> */