Boletim Educação & Equidade número 6

Boletim Educação & Equidade número 6

boletim6

Está no ar o Boletim Educação & Equidade número 6. Nesta edição são apresentadas evidências de que além das desigualdades no nível da aprendizagem entre os jovens de grupos sociais distintos, há diferenças na forma como os estudantes se relacionam com a escola e com o conhecimento. Este é um dos principais achados da investigação realizada com estudantes do Ceará, de Goiás, de Pernambuco e de São Paulo.

Foram entrevistados estudantes de 24 escolas públicas estaduais de 17 municípios – seis escolas em cada um dos estados estudados, localizadas em territórios com maior vulnerabilidade socioeconômica. Ao todo, 669 jovens responderam um questionário que permitiu conhecer melhor suas expectativas, seus desafios e a relação que eles estabelecem com a escola e o saber.

Os resultados da análise indicam que parte das desigualdades de atendimento já começa na “escolha” da escola, em função do perfil socioeconômico e cultural da família. E também porque a relação dos estudantes com a instituição de ensino e suas expectativas em relação à aprendizagem variam entre os alunos matriculados em período parcial e os de período integral. Acesse!

Este boletim é resultado da pesquisa “Políticas para o ensino médio: o caso de quatro estados”, realizado pela Coordenação de Pesquisas do Cenpec (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária), com o apoio da Fundação Tide Setubal. 

Compartilhar:

Deixe um comentário

You must be logged in to post a comment.

/* ]]> */