Mapeamento das OSCs

 

2Ampliar escala das ações de formação continuada é desafio para oscs, aponta levantamento

Quais são as organizações que promovem ações de formação continuada de professores no Brasil? Quais suas fontes de financiamento? Qual a sua abrangência? Como dialogam com as redes de ensino? Essas são algumas das questões que o Mapeamento das OSCs (Organizações da Sociedade Civil) na Formação Continuada de Professores da Educação Básica busca responder.

O levantamento, divulgado nesta segunda-feira (17/04), é uma iniciativa do Cenpec (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária), executada pela GIP (Gestão de Interesse Público), pelo Instituto Paulo Montenegro e pela Conhecimento Social. Os resultados da análise indicam que as OSCs têm um importante papel para a qualificação do trabalho docente, contudo indicam que ampliar o alcance das ações formativas ainda é um desafio a ser superado. Leia mais

 

 

1OSCs contribuem para a formação docente na própria escola, indica estudo

Programas de formação continuada de educadores realizados por organizações da sociedade civil ocorrem, principalmente, na própria escola. Esta é uma das conclusões do Mapeamento das OSCs (Organizações da Sociedade Civil) na Formação Continuada de Professores da Educação Básica.

O estudo demonstra que 48, quase a metade das iniciativas analisadas, são oferecidas presencialmente; 39 são realizadas na modalidade semipresencial; enquanto apenas uma minoria, somente 12, é ministrada totalmente à distância. As evidências indicam que estas últimas frequentemente são as ações que alcançam maior número de professores. Além disso, nenhuma das inciativas que atingem mais do que 5 mil professores são totalmente presenciais (Leia mais sobre o alcance das ações realizadas pelas OSCs). Leia mais

 

 

METODOLOGIA

O estudo foi realizado em três etapas. O primeiro passo consistiu na analise da base de dados do Gife (Grupo de Institutos, Fundações e Empresas) para identificar por meio de sites, relatórios anuais e contato telefônico quais organizações promovem, especificamente, atividades de formação continuada de professores da educação básica. Também foram realizadas entrevistas individuais com representantes de OSCs, de ISP (Investimento Social Privado) e de ONGs (Organizações Não Governamentais) da área de educação, gestores públicos e profissionais que atuam com formação docente. Em seguida, foi aplicado em fevereiro de 2016 um questionário online com perguntas sobre a organização (forma de atuação, abrangência, sustentabilidade etc.) e sobre os programas, projetos e ações específicas de formação continuada de professores da educação básica. Ao todo 86 organizações responderam o formulário e 100 programas citados. A terceira e última etapa do estudo consistiu em um esforço de análise dos dados das entrevistas individuais e da pesquisa quantitativa. Após a tabulação dos dados quantitativos coletados, as organizações respondentes foram convidadas a analisar os resultados em um Seminário de Análise realizado no dia 7 de julho de 2016 na sede do Cenpec, em São Paulo. O debate contou com a participação de 40 profissionais.