El País: Cada um no seu lugar ou todos juntos e misturados?

El País: Cada um no seu lugar ou todos juntos e misturados?

O diálogo com uma escuta verdadeira parece ser a única possibilidade que temos ao nosso alcance para abrirmos novos caminhos

Junho de 2013 marcou uma mudança de perspectiva no cenário político brasileiro, quando mais de um milhão de pessoas, juntas e misturadas, mobilizadas pelas redes sociais, saíram às ruas para demandar mais qualidade de vida, sem as palavras de ordem de partidos ou movimentos sociais, mas com a voz do protagonismo e a autoria da autonomia cidadã.

Essa mesma autonomia e protagonismo, no entanto, também geraram verdadeira guerra durante a campanha presidencial de 2014, em torno de posições governistas versus oposicionistas e, desde então, tem gerado posturas rancorosas e violentas, que se espraiam sobretudo pelas redes sociais, onde a falta de diálogo impede avanços na direção de saídas para as crises que assolam o Brasil nesse momento.

A velocidade das mudanças tecnológicas do mundo atual, a quantidade sem fim de informações, a pasteurização de um conhecimento descontextualizado, a dispersão e a fragmentação das experiências adquirem concretude nas inovações tecnológicas que permeiam o dia a dia das pessoas.

Veja a íntegra do artigo no site do El País Brasil

Compartilhar:

Deixe um comentário

You must be logged in to post a comment.

/* ]]> */