Educação em territórios de alta vulnerabilidade social na metrópole

Educação em territórios de alta vulnerabilidade social na metrópole

image (1)O objetivo geral desta pesquisa foi explorar a hipótese do efeito de território sobre as oportunidades educacionais. Seus objetivos específicos consistiram em apreender se e como desigualdades nos níveis de vulnerabilidade social da vizinhança da escola impactam a oferta educacional que ali se realiza e, por meio dela, o desempenho dos estudantes. A investigação conjugou procedimentos metodológicos de natureza quantitativa e qualitativa, tendo como campo uma subprefeitura da região leste do município de São Paulo.

A análise dos dados mostrou que, quanto maiores os níveis de vulnerabilidade social do entorno do estabelecimento de ensino, mais limitada tende a ser a qualidade das oportunidades educacionais por ele oferecidas. Mostra também que o efeito negativo do território vulnerável sobre a escola se exerce por meio de cinco mecanismos articulados: isolamento da escola no território; reduzida oferta de matrícula de educação infantil; concentração e segregação de sua população escolar em estabelecimentos de ensino nele localizados; mecanismos de interdependência competitiva entre escolas; e dificuldades, dada essa posição de desvantagem, de apresentarem as condições necessárias para garantir o funcionamento do modelo institucional que orienta a organização escolar.

ParceirosPesquisadores

Fundação Tide Setúbal,Fundação Itaú Social e Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Parceiro Investidor: Fundo para a Educação do Século XXI e Fapesp.

►Equipe: 

Antonio Augusto Gomes Batista, Frederica Padilha, Hamilton Harley de Carvalho-Silva, Luciana Alves, Maurício Ernica Batista e Vanda Mendes Ribeiro.

Estagiários: André Amâncio e Guilherme Zanelato Corrêa.

Informes de Pesquisa

Artigos e Publicações

Error: View 3f69ca9d9d may not exist

Produtos

Videos

Compartilhar:

Deixe um comentário

You must be logged in to post a comment.

/* ]]> */